NOSSA MISSÃO: “Anunciar o Evangelho do Senhor Jesus à todos, transformando-os em soldados de Cristo, através de Sua Palavra.”

Versículo do Dia

Versículo do Dia Por Gospel+ - Biblia Online

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Começaram as inscrições para o InPACTO JOVEM na IB da Esperança. Faça logo a sua!

Informações na Igreja Batista da Esperança, Rua São Paulo nº 68, bairro São Caetano, Itabuna/Bahia. Telefone: (73) 3613-5060

Desperte e viva! (Leitura Bíblica: Romanos 13.11-14)

Chegou a hora de vocês despertarem do sono (Rm 13.11b).

A Bíblia nos alerta várias vezes acerca do problema da sonolência espiritual. Por exemplo, lemos também em Efésios 5.14: “Desperta, ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo resplandecerá sobre ti”.

É lamentável observar as multidões humanas passando pela existência como corpos sem vida espiritual! Embora rodeados da glória de Deus, parece que não enxergam. A Bíblia diz: “Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos” (Sl 19.1). Mesmo assim, muitos vivem alheios e indiferentes a Deus. Movimentam-se num mundo cheio de manifestações divinas: o céu estrelado, o cantar dos pássaros, o murmurar dos rios, o sussurrar das brisas, o crepitar das folhas, o despontar da vida, mas parece que nada ouvem, nada percebem - parecem dormir o sono da morte.

Alguém afirmou o seguinte: “Não sei de uma necessidade maior ... do que uma nova compreensão de Deus. Muitos de nós estão mortos em vida. ... Mãos descem da eternidade para nos suster, porém estamos dormindo; vestimentas lavadas no sangue do Cordeiro são postas sobre nós, porém preferimos apegar-nos aos andrajos da nossa própria justiça; infinitas belezas espirituais pairam sobre a nossa cabeça, porém somos tão cegos para elas como os morcegos para a luz”.

Em outras palavras: Deus se importa conosco e nos sustenta, enviou Jesus (o “Cordeiro”) para morrer em nosso lugar e nos reconciliar com ele, mas não lhe damos importância.

Você também ainda permanece indiferente no sono da morte, alheio a tantas bênçãos e possibilidades gloriosas que Deus está pronto a nos dar?
Permita que a luz de Deus brilhe sobre a sua vida! Jesus Cristo é a fonte dessa luz, conforme ele disse: “Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida” (Jo 8.12). Levante-se, desperte do seu sono de morte e siga a Jesus! - MM

Na guerra entre as igrejas Universal e Mundial, os bispos Guaracy e Josivaldo Batista são as novas “figuras midiáticas”, afirma pesquisador. Leia na íntegra

Na guerra entre as igrejas Universal e Mundial, os bispos Guaracy e Josivaldo Batista são as novas “figuras midiáticas”, afirma pesquisador. Leia na íntegra

O duelo neopentecostal entre a Igreja Universal do Reino de Deus e a Igreja Mundial do Poder de Deus está apresentando um novo capítulo.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelDepois das revelações de desavenças entre o bispo Edir Macedo e o apóstolo Valdemiro Santiago, ex-bispo da IURD, e a divulgação de vídeos com troca de acusações mútuas, o novo episódio envolve figuras menores nas hierarquias, mas com grande apelo popular.
Segundo o pesquisador e colunista do Gospel+, Johnny Bernardo, especializado no estudo das religiões, os bispos Guaracy e Josivaldo Batista são os “novos ‘ícones’ do neopentecostalismo” no Brasil.
Guaracy, segundo Bernardo, vem sendo alçado à condição de “nova figura midiática” da Igreja Universal, através de uma estratégia muito usada pela concorrente Mundial.
- Creditando às campanhas “milagrosas” uma das principais causas do crescimento da IMPD, a IURD passou a investir em uma nova figura mediática, mais próxima aos anseios das pessoas que procuram suas reuniões. Trazido em 2009 da Bahia para São Paulo, o bispo Guaracy Santos é hoje uma das opções de “poder” da Igreja Universal. Gravado no Pelourinho, o programa “Duelo dos Deuses” passou a ser a marca distintiva do novo “ícone” da IURD, e que passou a rivalizar com os bispos da Mundial – contextualiza o pesquisador.
Por outro lado, o contra-ataque da igreja liderada por Valdemiro Santiago é baseado no bispo Josivaldo Batista, explica Johnny Bernardo: “Braço direito do fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, o bispo Josivaldo Batista é uma voz em ascensão dentro da denominação. Cada vez mais presente na vida orgânica da IMPD, aos poucos desenvolve características próprias”
- Tomando como exemplo a Igreja Pentecostal Deus é Amor, o bispo Josivaldo Batista tem promovido um verdadeiro show de testemunhos de pessoas que afirmam terem sido curadas de paralisias, câncer, dores nas costas. Muletas e cadeiras de rodas são exibidas como provas da “operação” divina nas reuniões da sede mundial. Expressões típicas do fundador da IPDA, David Miranda, como “quem te curou?” e “glorifica igreja”, são usadas com frequência por Josivaldo Batista – revela o pesquisador, que afirma que Batista já tem seu grupo próprio de seguidores dentro da denominação.
Confira a íntegra do artigo “Bispos Guaracy e Josivaldo Batista: os novos ‘ícones’ do neopentecostalismo brasileiro”, de Johnny Bernardo, neste link.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Justiça recusa pedido do Ministério Público para retirar a frase “Deus seja louvado” das notas do Real

Justiça recusa pedido do Ministério Público para retirar a frase “Deus seja louvado” das notas do Real

A 7ª Vara da Justiça em São Paulo negou o pedido feito pelo Ministério Público, através do procurador regional dos direitos do cidadão Jefferson Aparecido Dias, para a retirada da frase “Deus seja louvado” das cédulas do Real.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelNa decisão, a justiça pontuou que a menção a Deus nas “cédulas monetárias não parece ser um direcionamento estatal na vida do indivíduo que o obrigue a adotar ou não determinada crença”. A informação foi divulgada no site de notícias do Ministério do Planejamento.
Entre os argumentos manifestos na decisão, a justiça pontua que a retirada da frase nas cédulas do Real poderia gerar “intranquilidade” na sociedade, além de custar R$ 12 milhões aos cofres públicos, devido à necessidade de mudança no layout, recolhimento e reimpressão de notas.
Ouvido pela justiça, o procurador-geral do Banco Central, Isaac Sidney Menezes Ferreira, afirmou que “é possível perceber, de forma suficientemente clara, que a expressão que se pretende extirpar das cédulas de real, em boa verdade, emprega a palavra Deus em sentido amplíssimo”, e que “a ideia da sentença é justamente louvar entidade espiritual superior, nominada, pelas mais diversas religiões, de ‘Deus’, e não afirmar a existência ou negar a existência dessa entidade”.
O juiz do caso entendeu que “a alegação de afronta à liberdade religiosa não veio acompanhada de dados concretos, colhidos junto à sociedade, que denotassem um incômodo com a expressão ‘Deus’ no papel-moeda”, segundo informações do portal R7. A decisão da 7ª Vara da Justiça é provisória, e o Ministério Público poderá recorrer da sentença ao Tribunal Regional Federal.
A expressão “Deus seja louvado” nas cédulas da moeda nacional existe há 26 anos, desde 26 de junho de 1986. Em 1994, época da implementação do Plano Real, o então ministro da fazenda, Fernando Henrique Cardoso, soube dos planos do Banco Central de retirar a frase e ordenou que fosse realizados “estudos necessários para que a expressão fosse restabelecida”. O BC acatou a ordem e em 8 de junho de 1994 restabeleceu a frase nas cédulas da moeda.
Com a divulgação da polêmica ação do Ministério Público de São Paulo, diversas lideranças cristãs se manifestaram contra a iniciativa, e questionaram se o procurador Jefferson Aparecido Dias não teria “preocupação com lides de maior importância”.
O pastor e deputado federal Marco Feliciano prometeu à época, apresentar um projeto de lei proibindo a retirada da frase das cédulas.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

15º BPM promove palestra sobre som abusivo

paradapm

Em mais uma ação diferenciada, o 15º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Itabuna promoveu na última quarta-feira (28), no auditório da Faculdade de Tecnologias e Ciências, palestras sobre a poluição sonora como tipo de crime ambiental e a contravenção penal tipificada como perturbação do sossego público, ministradas pelo promotor público Clodoaldo Silva da Anunciação.
Durante o evento, o promotor destacou casos práticos de enquadramento nestas duas situações, capacitando os policiais militares presentes, a se tornarem multiplicadores no combate a estes crimes. Ainda segundo Clodoaldo, é preciso reforçar a parceria entre o Ministério Público local e a Polícia Militar, garantindo mais tranqüilidade, qualidade de vida e segurança para a população.
"Nosso objetivo é continuar o combate eficaz a este delito. Vários termos circunstanciados de ocorrência foram lavrados pelo 15º BPM durante este ano e muitos veículos e equipamentos sonoros foram apreendidos e algumas pessoas também foram conduzidas para a delegacia por desacatarem os policiais de serviço durante a ocorrência", explicou o comandante do 15º BPM, tenente coronel Lemos.
Para Lemos, outras ações diferenciadas serão planejadas em parceria com o Ministério Público, especificamente para coibir esta prática, não só agindo repressivamente, mas trabalhando de forma preventiva.

Fonte: Jornal Agora

Vitória em Cristo do próximo sábado vai revelar denúncias graves

Vitória em Cristo do próximo sábado vai revelar denúncias graves
O programa Vitória em Cristo deste sábado, 1º de dezembro, mostrará o pastor Silas Malafaia denunciando um suposto esquema articulado por dirigentes do PT que estão tentando manchar sua imagem.
No final de outubro, depois de ter se manifestado a respeito das eleições municipais paulistas, Malafaia foi informados por pessoas de sua confiança a respeito deste plano.
De acordo com os informantes, o objetivo do plano é denegrir um dos líderes religiosos mais influentes do país e assim calar o pastor.
Assim que soube, Malafaia veio a público mostrar sua indignação escrevendo uma carta contando o que chegou aos seus ouvidos dizendo que naquela mesma semana de outubro foi chamado para apresentar alguns relatórios para um órgão federal.
“Eu já sei a razão disso! É para ver se encontram alguma falha, por menor que seja, a fim de produzirem uma notícia de impacto para me denegrir”, afirmou o líder da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo.
Todo este caso será esclarecido no programa que é transmitido às 9h pela Rede TV! e às 12h pela Band.

Fonte: Gospel Prime

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

CDDPH recomenda fim dos termos "autos de resistência" e "resistência seguida de morte" nos boletins policiais


Brasília – Os termos “autos de resistência” e “resistência seguida de morte” poderão desaparecer dos boletins policiais. Hoje (28), o Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (CDDPH), da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) aprovou resolução que recomenda o não uso dos termos. Eles são citados nos casos em que os policiais entram em confronto com suspeitos que acabam feridos ou mortos.
Em geral, os processos que falam em resistência evitam a prisão em flagrante do policial envolvido e posteriormente são arquivados. De acordo com a ministra Maria do Rosário, esses termos vêm acobertando situações de violência e extermínio.
Débora Maria, coordenadora do movimento Mães de Maio, diz que os termos são “carta branca para [o policial] matar”. Ela ressalta que em diversas situações, na exumação do corpo é possível encontrar sinais de que a vítima se defendeu com as mãos, ou estava com as mãos na cabeça, em posições que não são de ataque. “Esses termos são usados para camuflar a execução sumária”, disse.
A resolução prevê a substituição dos termos “autos de resistência” e “resistência seguida de morte” por “lesão corporal decorrente de intervenção policial” ou “morte decorrente de intervenção policial”, e determina que os casos devem ser investigados pela Delegacia de Crimes contra a Pessoa ou por uma delegacia com atribuição semelhante. Os novos termos ainda passarão por uma avaliação do CDDPH.
A resolução acentua os dispositivos do Código de Processo Penal como o que determina perícia técnica especializada imediata em todos os equipamentos envolvidos em ação policial com resultado de morte, assim como a preservação da cena do crime. O documento, no entanto, é uma recomendação para a atuação dos estados e não tem força de lei.
Raquel Chiarelli, representando a Associação dos Juízes Federais do Brasil, alertou para que a resolução não vire apenas "uma carta de recomendação", e que haja punição para o delegado que arquivar um processo com alegação de resistência. "Todo inquérito policial deve ter perícia", ressaltou.

Edição: Aécio Amado

Seminário de Honra e Lealdade

Seminário de Honra e Lealdade 

Ministério Internacional Getsêmani Ilhéus

Rua Santarém, 196, Avenida Itabuna
(Em frente ao Col. Eduardo Catalão)

Dias: 30/11, 01 e 02/12

Sexta-feira, a partir das: 19h

Louvor, Dinâmicas e Palestra

Sábado, a partir das 19h
Louvor, Dinâmicas e Palestra

Domingo, a partir das 08:40h
Louvor, Dinâmicas e Palestra

  • Preletores: Prs. Roberto e Josileide Cerqueira.
  • Presença confirmada: Levitas Willian e Joyce do Ministério Internacional Semear de Amaralina - Salvador/BA.
Investimento: R$2,00 por pessoa.

Você será impactado pela presença de Deus! Venha e traga seus amigos, 

Mais informações: (73) 8825-5563 - Pr. Roberto

Vitória da Conquista: júri absolve PM acusado de participar de chacina



O policial militar acusado de participar da chacina que matou onze pessoas e deixou outras três desaparecidas, em janeiro de 2010, foi absolvido pelo júri popular na noite desta quarta-feira (28), em Vitória da Conquista, Sudoeste da Bahia. O julgamento acabou por volta das 20h.
O soldado Handerson Menezes Santos era acusado de matar duas pessoas na chacina, invadir casas, além de participar do sequestro e espancamento de moradores do bairro Alto da Conquista, em retaliação à morte do PM Marcelo Márcio Lima Silva no dia 28 de janeiro do mesmo ano.
Um promotor mostrou o laudo da perícia que confirmava que as balas encontradas em dois corpos partiram da arma usada pelo policial. Porém, o júri considerou o PM inocente dos crimes.

Fonte: Vitória da Conquista News

Igreja brasileira só está preocupada com o conforto dos membros, diz David Botelho

Igreja brasileira só está preocupada com o conforto dos membros, diz David Botelho
O estudioso de missões, David Botelho foi um homem de negócios antes de largar uma carreira promissora para se tornar pastor e missionário na Bolívia. Há décadas envolvido no preparo e envio de missionários, ele lidera a missão Horizontes América Latina, que já enviou dezenas de cristãos comprometidos para o campo missionário transcultural no Brasil e no mundo.
Nesta entrevista exclusiva o portal Gospel Prime ele enfatiza porque está decepcionado com os rumos da igreja brasileira.
Gospel Prime – Como as missões brasileiras estão sendo afetadas pelo crescimento econômico do país nos últimos anos?
David Botelho - O crescimento econômico levou as organizações missionárias a terem menos candidatos, isso é devido à influência da teologia da prosperidade egoísta. A última estatística da Sepal mostra que no final dos anos 80 havia um crescimento de 12.8% no envio dos missionários transculturais brasileiros e em meados da década passada caiu para 3.5%. Agora creio que caiu muito mais ainda.
GP – Por que vemos tantos templos luxuosos e caros sendo construídos e nem de perto vemos o investimento em missões subir?
DB - O que temos visto é um interesse pelas coisas deste mundo e não pelas eternas. Muitos pastores presidentes não se contentam mais com carros luxuosos e mansões. Agora correm atrás de possuir fazendas, hotéis, jatinhos e helicópteros. Os templos são somente fruto do reflexo de somente pensar nesta vida.
GP – A perseguição hoje em dia alcançou uma alta histórica, como isso reflete no campo missionário?
DB - Muitos têm medo de ir para o Iraque, Síria, Afeganistão e Palestina, por exemplo, mas o Brasil se tornou o mais violento do mundo. Creio que o Pai está nos preparando para ir para outros lugares menos perigosos como os que mencionei. Detalho isso no livro que estou escrevendo: “OS INCONFORMADOS – onde estão eles no século XXI?”, que deve ser publicado em breve para tentar despertar a igreja brasileira.
GP – Seus livros sempre questionam os esforços da igreja na área de missões. Como avaliar essa questão em tempo onde a internet e a tecnologia parecem substituir muito do esforço humano?
DB - A internet e a tecnologia têm sido benção como um meio para propagar o evangelho, mas o relacionamento é a melhor maneira de termos comunhão e discipulado. Nada supera a presença do ser humano. Além disso, ainda temos mais de 2.000 línguas que não possuem tradução do livro sagrado. É preciso tecnologia, mas ainda a capacidade do ser humano para concluir tal tarefa.
GP – O senhor comparou recentemente a igreja brasileira com Laodiceia, poderia explicar mais o que quis dizer?
DB - As águas de Laodiceia não eram nem frias e nem quentes e só davam ânsia de vômito. Ao mesmo tempo as águas de cidades vizinhas como Hierápolis eram termais e as de Colossos eram frias e boas para beber. Jesus sentiu vontade de vomitar de sua boca a Igreja de Laodiceia, pois era autossuficiente e tinha a falsa confiança. Creio que a Igreja brasileira está vivendo a mesma condição hoje, pois é antropocêntrica [centrada no homem], parece que tudo é voltado para o bel prazer de seus líderes e o conforto dos membros.
GP – Que dica o senhor daria para alguém que sente um chamado para servir como missionário?
DB - Algumas dicas seriam:
1 – viver com 70% do que ganha
2 – investir o restante para o futuro do ministério
3 - Iniciar um curso sobre missões transculturais a distância, como a que a Missão Horizontes oferece, para conhecer mais sobre o assunto.
4 – Relacionar-se com os cristãos que ainda tem visão e fogo missionário.
*Baixe o primeiro capitulo do livro de David Botelho aqui.

Fonte: Gospel Prime

62ª CIPM Camacan prepara Natal Solidário

Com o apoio do comércio da cidade de Camacan, a 62ª Companhia Independente da Polícia Militar, já dá início aos preparativos para a realização do Natal Solidário voltado para as crianças carentes da cidade alta do município. A princípio o evento acontecerá na Praça 8 de março, antiga Praça da Lagoa, na cidade alta, tendo previsão para o dia 21 de dezembro, a partir das 16 horas. Disse o Major Rodrigues de Castro, que o projeto visa abranger o maior número de crianças carentes do município com presentes das mais diversas variedades ressaltando que o período natalino reveste-se de esperança, harmonia, comunhão e reflexão e a Polícia Militar como pioneira na rotina social, não poderia deixar de proporcionar tão valioso evento. Ressaltou o Comandante, que a ação social promovida é uma providência de grande importância para as nossas crianças, bem que, tem a expectativa de que deve contar com o envolvimento de diversas escalas da sociedade. O espírito do Natal acrescentou o comandante, é um fenômeno sagrado que deve estender-se por todos os dias do ano, quando as pessoas devem compartilhar os valores fraternais que se consolidarão no período natalino. Motivada por estes sentimentos é que a Polícia Militar de Camacã emancipa-se na cidade, com foco especial nas crianças carentes procurando repassar para estas o espírito do natal.

Duas mulheres militares

Não há dúvida que as peculiaridades físicas e psicológicas das mulheres as tornam melhores em certas áreas de atuação profissional, e mais vulneráveis em outras. Isto não impede, entretanto, que uma mulher supere certas carências naturais, e consiga superar limites. Se o talento feminino tem mudado o direcionamento de certas atividades profissionais, como o trabalho policial – que tende a ser mais mediado e dialógico quando uma mulher lida com o público – também é verdade que algumas mulheres se destacam por sua rusticidade operacional e robustez técnica, psicológica e física.
É o caso da Tenente Coronel PM Cynthiane Maria Santos, comandante do Batalhão de Choque da PM do Distrito Federal, que estampa no peito o brevet de um dos Cursos de Operações Especiais mais difíceis do país:
Clique aqui e leia todo o texto…

Itabuna: Vereador passa bem após cirurgia em Salvador

O vereador eleito, César Brandão (PPS), foi operado na manhã desta quarta-feira (28), no Hospital Espanhol, em Salvador. Ele estava com problemas cardíacos e a recomendação médica foi pela cirurgia, para desobstruir uma veia. Segundo os familiares, tudo correu bem e a expectativa é, que, amanhã (29), Brandão já esteja consciente. Aos 61 anos de idade, o vereador está prestes a assumir seu segundo mandado na Câmara de Itabuna.

Concurso Soldado PM do Paraná – Deputado cobra celeridade

Mais uma tentativa de garantir que o concurso para o Curso de Formação de Soldados da Polícia Militar do Paraná ocorra o quanto antes: o Deputado Estadual paranaense Mauro Moraes sugeriu que os candidatos ao CFSd PMPR 2012 se mobilizassem para garantir a realização do concurso o mais breve possível:
Diante da falta de maiores explicações para a demora na realização do concurso para ingresso de soldados e bombeiros militares, o presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Moraes, sugere a participação dos futuros candidatos em uma grande mobilização nas redes sociais para cobrar a publicação imediata do edital.
Segundo Moraes, a demora também preocupa o governador Beto Richa, que meses atrás anunciou a autorização do concurso. “A assinatura da autorização do concurso também abriu a perspectiva de duas datas para o lançamento do edital, mas que, por questões técnicas e burocráticas, não foram cumpridas”, comenta o parlamentar.
De acordo ainda com o deputado, apenas uma grande manifestação dos concorrentes nas redes sociais poderá pressionar a equipe técnica do governo a resolver questões burocráticas que atrasam o lançamento do edital.
Sobre as hipóteses mais recorrentes, de que faltariam recursos para a publicação, Moraes esclarece que a realização da prova não gera despesas para o Estado. “Muito pelo contrário, a previsão de arrecadação de R$7 milhões com as inscrições será essencial para a receita da instituição estadual que realizará a avaliação”, explica.
Mais uma notícia dos bastidores do concurso paranaense, que acreditamos não demorar muito para ser realizado.
Continue acompanhando o Abordagem Policial para saber mais sobre este concurso…

Morre o jornalista Joelmir Beting

Internado há mais de um mês no Hospital Albert Einstein, o jornalista Joelmir Beting, 75, moreu na madrugada desta quinta-feira (28). Ele sofreu um acidente vascular encefálico hemorrágico na noite de domingo (25) e respira com auxílio de aparelhos. Beting passava por um tratamento para combater uma doença autoimune desde 22 de outubro. Especializado em economia, Joelmir Beting publicou de 1970 a 1991, por 21 anos, uma coluna diária na Folha - onde também foi editor do caderno "Economia", hoje "Mercado". Joelmir trabalhava nos veículos do Grupo Bandeirantes. (Folha)

Concurso Soldado PMBA 2012: Edital de Convocação

Foi publicado no Diário Oficial do Estado nº 21.007 (www.egba.gov.br), seção da Secretaria de Administração, o edital de convocação dos candidatos ao concurso para o CFSd PMBA 2012, designando o local de prova dos candidatos (nas cidades de Salvador, Juazeiro, Feira de Santana, Ilhéus, Vitória da Conquista, Barreiras, Itaberaba e Itabuna).

A prova ocorrerá no dia 09 de dezembro, domingo, a partir das 08h. Mais informações: www.concursosfcc.com.br

Vane será diplomado em 10 de dezembro

Deve ser realizada no dia 10 de dezembro, no fórum Ruy Barbosa, a diplomação do prefeito eleito de Itabuna, Claudevane Moreira Leite, do vice-prefeito Wenceslau Júnior, dos 21 vereadores e suplentes. Em Salvador, a diplomação dos eleitos está prevista para o dia 18. A solenidade vai começar às 17 horas, no Auditório do Tribunal Regional Eleitoral, no Centro Administrativo da Bahia. A diplomação será feita pela titular da 28ª zona Eleitoral, Ângela Bacelar, a mais antiga juíza eleitoral em atuação em Salvador. Serão diplomados primeiro o prefeito eleito ACM Neto, e sua vice, Célia Sacramento. Em seguida, por ordem decrescente de votação, serão diplomados os 43 vereadores eleitos e os 16 suplentes. A solenidade será conduzida pela presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargadora Sara Brito. Os juízes baianos têm até 19 de dezembro, último dia útil antes do recesso natalino, para diplomar os eleitos nas suas respectivas zonas eleitorais.

Ser ou aparecer? (Leitura Bíblica: Gênesis 41.46-49; 53-57)

Subiu ao trono do Egito um novo rei, que nada sabia sobre José (Êx 1.8).

Provavelmente se passaram alguns séculos desde os fatos relatados no texto de hoje até o período do novo rei sobre o Egito, citado no versículo em destaque. Apesar do tempo, os egípcios não deveriam esquecer os grandes feitos de José quando governava o país. É possível que este novo monarca fosse de uma nova dinastia, o que justificaria o fato deste ele não conhecer ou não estar interessado em admitir os feitos dos governantes anteriores, que eram estrangeiros. Enfim, o fato é que o governo de José foi ignorado.

Isso também aconteceria hoje. Vamos imaginar um programa de televisão que conseguisse entrevistar grandes personagens do passado. Quem você gostaria de questionar: um simples escravo que com sua sabedoria salvou o mundo de uma grande fome, ou um dos faraós, que apesar de possuir muito mais poder não fez quase nada em benefício do povo? O que você gostaria de ver: os locais onde José armazenou o alimento, ou as fabulosas pirâmides - que não passam de grandes túmulos?

Escolhas assim demonstram se você está mais preocupado com a aparência ou com a essência. Por isso, pergunto: Quais têm sido suas atitudes? Qual é o legado que você está deixando para a posteridade? Você tem agido como José ou à semelhança dos faraós?

Não se preocupe se as pessoas lembrarão os seus feitos - infelizmente é bem provável que elas logo se esqueçam das coisas boas que você venha a fazer. Preocupe-se em ser alguém diferente. A ênfase em “aparecer” mostra que a pessoa é vazia e superficial, mas o “ser” é sinônimo de plenitude, indicando uma vida cheia de significados. Jesus ensinou: “Que a sua mão esquerda não saiba o que está fazendo a direita” (Mt 6.3). Comecemos o quanto antes a valorizar mais o “ser” do que o simples fato de aparecer. - RPM

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Programa Aplausos com Anacy Arcanjo

Ouça na Proeves FM 104,9 o PROGRAMA APLAUSOS com Anacy Arcanjo. De segunda à sexta, sempre às 18hs. Fique ligado! 

Acesse:  http://www.proevesfm.com.br/

Céu x Inferno – repercussão da entrevista de Rob Bell é marcada por críticas ao pastor: “É um herege”

Céu x Inferno – repercussão da entrevista de Rob Bell é marcada por críticas ao pastor: “É um herege”

A repercussão da entrevista concedida pelo pastor Rob Bell às Páginas Amarelas da revista Veja provocou críticas ao ex-líder da Mars Hill Bible Church por parte do reverendo Augustus Nicodemus Lopes.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelPara Lopes, “Bell é mais um daqueles hereges que apela para suas experiências como fonte de autoridade”.
Outro a criticar as teorias de Bell sobre céu e inferno foi o escritor e juiz federal William Douglas, autor do livro “As 25 Leis Bíblicas do Sucesso”, em parceria com o pastor Rubens Teixeira. Em sua página no Facebook, Douglas diz que “a proposta do Rob Bell é muito simpática… todo mundo adora um final feliz. O problema é que se ele estiver errado, estará prestando um desserviço (eterno) a muitos”.
No Twitter, milhares de usuários comentaram a entrevista do pastor, e as reações tinham desde críticas e elogios, até observações a respeito das reações sobre a postura de Bell: “Rob Bell fala o que pensa e a gente manda o cara direto pro inferno! Comportamento cristão. Estamos certinhos”, comentou a usuária Salisa Barbosa.
O pastor e blogueiro Misael Nascimento lamentou que alguém com a expressividade de Rob Bell tenha se prestado a opiniões tão contundentes e confusas: “Os posicionamentos de Bell quanto ao Juízo de Deus e casamento homossexual revelam seu descaso para com as Sagradas Escrituras. Pastor relevante, engajado em atos de compaixão pelos pobres e marginalizados, pregador do universalismo e de uma espiritualidade holística. Tudo isso sem demonstrar apreço pela Bíblia como Escritura inspirada, infalível, inerrante e suficiente. De fato, ele está ‘na linha de frente de algo massivo que vai mudar tudo’ (p. 22). Eu só não entendo que esta seja uma mudança para o bem”
Em seu artigo, Augustus Nicodemus Lopes destaca que ao ler as respostas de Rob Bell não pode deixar de notar contradições: “Achei a entrevista dele extremamente esclarecedora, mesmo considerando que estas entrevistas são editadas e por vezes amputadas pelos editores e raramente publicadas na íntegra. Se o que temos na VEJA é realmente o pensamento de Rob Bell, então declaro aqui que poucas vezes na minha vida vi uma figura religiosa de prestígio se contradizer tanto em um espaço tão curto. É por isto que esta entrevista é esclarecedora. Qualquer evangélico de bom senso, que tenha um mínimo de conhecimento bíblico e que saiba seguir um raciocínio de maneira lógica irá se perguntar o que Rob Bell tem que atrai tanta gente”, observou o reverendo presbiteriano.
De positivo, Lopes afirma que há o fato de que “Bell se posiciona contra o aborto e reconhece as limitações do darwinismo para explicar a totalidade da existência, embora aceite que Deus poderia ter usado o processo evolutivo como o método da vida”.

Policial Civil morto em Salvador teve arma levada por criminosos

O policial civil assassinado a tiros no bairro de São Cristóvão, em Salvador, por volta das 21h de terça-feira (27), teve a arma levada pelos criminosos, de acordo com informações divulgadas pela polícia nesta quarta (28). A pistola ponto 40 é de uso exclusivo das Polícias Civil e Militar. A motocicleta do policial, bem como seus documentos, cartões e dinheiro não foram roubados.
Segundo a polícia, o investigador de 50 anos foi assassinado na Rua Jardim Alvorada, próximo ao local conhecido como Planeta dos Macacos, no bairro de São Cristóvão. Levantamento preliminar indica que ele foi atingido por três disparos de arma de fogo quando ia para casa de moto. Dois homens também em uma moto abordaram o policial.
A diretoria do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) informou que já tem algumas linhas de investigação para esclarecer o assassinato do investigador, mas não divulgou quais são elas. Atualmente o policial atuava no Grupo de Investigação Policial com Apoio de Motocicletas (Gicam) e já havia atrabalhado nas Delegacias Territoriais de Madre de Deus (17ª DT) e de Itinga (27ª DT).
A família aguarda a chegada do filho mais velho do policial de Portugal para definir dia, hora e local do sepultamento. Ele deixa deixa mulher e três filhos.

Fonte: G1 Bahia

Adolescente deixa igreja evangélica e põe virgindade à venda para ajudar no tratamento de saúde da mãe

Adolescente deixa igreja evangélica e põe virgindade à venda para ajudar no tratamento de saúde da mãe. Assista

A condição de saúde da mãe levou uma adolescente evangélica a oferecer a virgindade em leilão na internet. Rebeca Bernardo Ribeiro, 18 anos, teve a ideia após ver a iniciativa da jovem catarinense Ingrid Migliorini, que através de um reality show internacional, conseguiu R$ 1,5 milhão por sua virgindade.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelSegundo Rebeca, sua mãe é aposentada por invalidez devido a um AVC (acidente vascular cerebral) sofrido há quatro anos, o que resultou em graves sequelas, como por exemplo, a dificuldade de se alimentar e falar, além da incapacidade de tomar banho sozinha.
-Eu vi o vídeo da Catarina (Ingrid), vi a coragem dela de não ter medo de ser julgada, não nego que vi o quanto ela conseguiu adquirir e pensei em quanto posso adquirir e mudar minha vida. Eu estava passando muita dificuldade, até para conseguir ajuda para comprar remédios, marcar exames. A gente vive com um salário mínimo. Até já tentei trabalhar, mas aqui na cidade paga pouco. Só consegui ganhar R$ 40, R$ 100 por trabalho um mês inteiro. Não faz diferença esse dinheiro porque teria que pagar uma pessoa para cuidar da minha mãe – relatou ao G1.
Segundo a jovem, a repercussão de sua iniciativa foi vista com maus olhos pelos vizinhos, e ela desistiu do leilão por medo de represálias: “Tirei do ar logo porque eu não estava podendo frequentar a rua, tinha medo do que as pessoas poderiam fazer”, conta ela, que ainda estuda e atualmente cursa o 2º ano do Ensino Médio.
A jovem conta que deixou de frequentar a igreja desde que a condição de saúde de sua mãe foi prejudicada, mas que não tem sido criticada pelos amigos por isso: “Eles não concordam, mas também não me deixam de lado. Acham que eu não preciso ser julgada e sim aconselhada e apoiada”.
Segundo Rebeca, ao publicar o vídeo, recebeu uma proposta de R$ 70 mil de um empresário baiano, e uma oferta de um estrangeiro, que chegou a oferecer R$ 6 milhões. Entretanto, perante a repercussão, ela resolveu mudar de ideia e desistir do leilão.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Delegado de Ipiaú é sequestrado

O delegado de polícia da cidade de Ipiaú, Cristiano Marcos Mangueira, foi sequestrado naquela cidade na tarde de terça-feira (27/11). O policial foi amarrado pelos sequestradores e conduzido pela BR-330 até a altura do km 19 [município de Jequié] local onde foi deixado,sendo levados o seu veículo e a arma. O delegado teria sido orientado pelos bandidos para aguardar a passagem do ônibus intermunicipal para retornar para casa. O delegado Cristiano Mangueira conseguiu ajuda de motorista que trafegava pela rodovia e se dirigiu ao Complexo Policial de Jequié registrando ocorrência na 9° Coorpin. http://www.jequiereporter.com.br/blog/

Ministro Joaquim Barbosa defende fim da Justiça Militar Estadual

O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, presidente da corte máxima do país e relator do processo do Mensalão, onde políticos de grande porte estão sendo condenados por prática de corrupção, tocou em um assunto há muito silenciado, mas de uma razoabilidade significativa, pelo menos para ser posto em discussão: qual a utilidade da Justiça Militar Estadual?
Atualmente a Constituição define o seguinte (Art. 125):
§ 4º Compete à Justiça Militar estadual processar e julgar os militares dos Estados, nos crimes militares definidos em lei e as ações judiciais contra atos disciplinares militares, ressalvada a competência do júri quando a vítima for civil, cabendo ao tribunal competente decidir sobre a perda do posto e da patente dos oficiais e da graduação das praças.
Em um contexto em que a equiparação das práticas das polícias militares com as das Forças Armadas é cada vez mais inócua, já que possuem objetivos institucionais distintos, é cada vez mais flagrante a irracionalidade da submissão das polícias militares aos regulamentos do Exército. A iniciativa do Ministro Joaquim pode gerar bons frutos, que nada tem a ver com impunidade ou tolerância com desvios, mas com a eficiência administrativa de certas estruturas e regulamentos que pouco resultam em ganhos sociais e institucionais.
Abaixo, o posicionamento do Ministro Joaquim:

O presidente do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, ministro Joaquim Barbosa, afirmou nesta terça-feira (27) que a Justiça Militar estadual não tem “necessidade” de existir.
Ele deu a declaração durante o julgamento pelo CNJ de um procedimento disciplinar contra magistrado do Tribunal de Justiça Militar de Minas Gerais que teria deixado prescrever processos por lentidão nos julgamentos.
“Uma justiça que poderia muito bem ser absorvida pela justiça comum, porque não há qualquer necessidade de sua existência”, afirmou Joaquim Barbosa, quando os conselheiros debatiam se a demora na análise dos processos militares se devia à falta de estrutura do tribunal.
Barbosa afirmou que deverá criar uma comissão para avaliar a produtividade das justiças militares estaduais e propor mudanças. A criação de tribunais militares estaduais foi autorizada por lei federal em 1936. A composição e efetiva criação das cortes é feita por legislação estadual.
“Vai ser proposta a criação de uma comissão ou talvez eu peça para o departamento de estatística do conselho para fazer um estudo preliminar e só depois desse estudo preliminar é que talvez eu designe uma comissão para fazer propostas mais concretas. Tudo está muito preliminar.
Indagado se também avaliaria o desempenho da justiça militar federal, inclusive do Superior Tribunal Militar, Barbosa afirmou: “Não, por enquanto a Justiça Militar estadual. A questão é relativa à Justiça estadual. Eu não posso dizer nada antes de ter esses dados em concreto.”
Autor: - Tenente da Polícia Militar da Bahia, associado ao Fórum Brasileiro de Segurança Pública e graduando em Filosofia pela UEFS-BA. | Contato: abordagempolicial@gmail.com

Superinteressante faz matéria polêmica afirmando que Jesus era moreno e baixinho

Superinteressante faz matéria polêmica afirmando que Jesus era moreno e baixinho
A revista Superinteressante do mês de dezembro traz uma matéria polêmica que tenta desfazer o que a edição chama de “mitos” a respeito da pessoa de Jesus.
Com a chamada de capa “Jesus – a verdade por trás do mito” a reportagem será publicada no mês do Natal, a data que celebra o nascimento do Messias uma das comemorações mais importantes para os cristãos de todo o mundo.
Entre os sete mitos que serão abordados pela revista, alguns deles já são de conhecimento de muitos, como a data do nascimento de Cristo, que como se sabe, não aconteceu em 25 de dezembro.
Para tentar desconstruir a imagem que muitos têm de Jesus, o texto afirma que ele não era como vemos nas imagens e fotografias que retratam um homem de altura mediana, com cabelos claros e olhos azuis. A matéria diz que Jesus era baixinho e moreno.
A autoria dos evangelhos e a traição de Judas também são questionados pela revista da editora Abril.
Confira os sete tópicos que são abordados pela publicação:
1- Jesus não nasceu em Belém e nem no Natal;
2- os três reis magos não eram reis, nem era três
3- Ele era moreno, baixinho e de cabelo curto;
4- Jesus era só um entre vários profetas;
5- Mateus, Marcos, Lucas e João não são os autores dos evangelhos;
6- Judas pode não ter sido um traidor e
7- O reino dos céus era na Terra.

Fonte: Gospel Prime

Nossa opinião: Vejo essa matéria como totalmente herege. Comente!

Como podemos prevenir de sermos susceptíveis à heresia? A Bíblia diz em Colossenses 2:6-7 “Portanto, assim como recebestes a Cristo Jesus, o Senhor, assim também nEle andai, arraigados e edificados nEle, e confirmados na fé, assim como fostes ensinados, abundando em ação de graças.”

Novo Comandante da PMESP se preocupa com Redes Sociais

O novo Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, Coronel PM Benedito Roberto Meira, assumiu o cargo tendo como principal discurso a qualificação do trato dos policiais com o cidadão nas ruas. Para ele, a abordagem policial é o principal “cartão de visitas” da corporação, sendo fator determinante na visão que a população tem da polícia.
O Coronel também se mostrou preocupado com a apologia à violência feita por policiais nas redes sociais:
O novo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Benedito Roberto Meira, de 50 anos, quer combater a truculência nas abordagens e revistas feitas por policiais nas ruas de São Paulo. Ele acredita que elas são o principal “cartão de visitas” da corporação e instrumento estratégico de combate ao crime.
“O contato corporal deve ser feito de forma firme e respeitosa. O cidadão deve ser abordado com dignidade, sabendo o motivo da ação policial. Como diariamente são feitas inúmeras revistas, quando as ações são bem feitas, podem ajudar a tornar a imagem da polícia positiva”, afirma.
A Polícia Militar faz cerca de 11 milhões de abordagens por ano. “As revistas são instrumento fundamental no combate ao crime. Assim apreendemos armas, identificamos suspeitos e procurados. Por isso, creio que devemos aperfeiçoar a forma como essas ações são feitas”, diz.
Meira também pretende se empenhar para melhorar a imagem das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota). Um dos focos do novo comandante são as redes sociais. Ele quer acionar legalmente quem associar a imagem do batalhão com o símbolo da caveira e com ações assassinas em páginas do Facebook.
Grupos como Admiradores da Rota, por exemplo, têm mais de 100 mil seguidores, muitos deles policiais militares que publicam as próprias ocorrências na internet. A ideia do comandante-geral é ter uma página oficial da Rota na internet. “Tomaremos as medidas legais cabíveis contra quem associar à Rota a imagem equivocada da ilegalidade e da violência, que não condizem com a filosofia da Rota”, diz.
Legítimas preocupações, que precisam ser bem esclarecidas no momento que vive a tropa da PMESP, evitando o sentimento de “caça às bruxas” justamente quando homens e mulheres PM’s têm suas vidas ceifadas pelo crime organizado. Como já dissemos aqui, os policiais militares precisam ser norteados e acolhidos, evitando-se desespero e atitudes isoladas irresponsáveis.

Em entrevista à Veja, pastor Rob Bell fala sobre crenças a respeito do céu e inferno e afirma que cristianismo passa por revolução

Em entrevista à Veja, pastor Rob Bell fala sobre crenças a respeito do céu e inferno e afirma que cristianismo passa por revolução

O pastor Rob Bell, fundador da igreja Mars Hill e autor do livro O Amor Vence, afirmou numa entrevista que acredita “que está havendo uma mudança radical no cristianismo” no sentido de que o propósito da comunidade cristã seja levar o amor de Deus pregado por Jesus, e não o julgamento.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelRob Bell é o personagem das Páginas Amarelas da revista Veja desta semana, e na entrevista, abordou o tema Céu versus Inferno, presente nas discussões sobre seu livro, O Amor Vence.
-Acredito em céu e inferno como dimensões da nossa existência aqui e agora. E acredito que céu e inferno são realidades que se estendem para a dimensão para a qual vamos ao morrer, mas aí já entramos no campo da pura especulação. Acho que o problema de muitas igrejas é que elas falam com extrema autoridade sobre aquilo que todos nós, elas inclusive, desconhecemos. Vamos pelo menos ser honestos. Ninguém sabe o que acontece quando morremos. Não tem fotografia, não tem vídeo – declarou Bell.
Atualmente, Rob Bell está afastado da liderança da Mars Hill para tocar projetos pessoais, entre eles, o desenvolvimento de um programa de TV junto com o produtor da série Lost. Bell tem percorrido os Estados Unidos pregando o Evangelho com ênfase na mensagem de que a Igreja precisa atuar aqui e agora, para tornar a vida das pessoas um pouco melhor.
Segundo suas declarações à Veja, o pastor acredita que esteja ocorrendo no cristianismo “algo equivalente a uma nova reforma” e relata confissões de líderes cristãos em países como Irlanda do Norte, África do Sul, Nova Zelândia, Bahamas, entre outros, que tem se perguntado a respeito do propósito da mensagem de Cristo em relação ao presente.
-O movimento de Jesus se perdeu em algumas categorias-chave. Para muitas pessoas, a palavra salvação significa que Jesus virá nos salvar, que Jesus vai nos tirar daqui quando morrermos. Ou seja: é sempre sobre como ir para outro lugar em outro tempo. A palavra salvação precisa ser entendida num contexto holístico. A razão de tantos ocidentais fazerem ioga está no fato de que ioga quer dizer integração. Somos seres integrados. Acho que estamos na linha de frente de algo massivo, que vai mudar tudo – disse o pastor.
A justificativa de Bell para afirmar que vem por aí uma revolução no cristianismo está no que, segundo ele, é o registro de dificuldades por parte de líderes cristãos para conseguir aceitação da mensagem por parte dos fiéis: “É impressionante o número de líderes religiosos que estão percebendo a dificuldade das pessoas em se identificar com a pregação atual. A mensagem não está chegando ao coração das pessoas”, contextualiza.
Sobre as críticas que sofre por pregar a desconstrução do conceito de céu e inferno, Bell é enfático em afirmar que as opiniões contrárias parte de quem não quer se indispor falando sobre os problemas mais imediatos: “Precisamos entender que temos verdadeiros infernos na Terra neste exato momento. Há gente faminta, gente sem acesso a água potável. A Terra está cheia de sofrimento humano. Creio que não é por acaso que as pessoas mais interessadas em discutir o inferno depois da morte são as menos interessadas em discutir o inferno sobre a Terra. E vice-versa”.
Sobre aborto e união civil de pessoas do mesmo sexo, Rob Bell afirmou ser contrário à primeira e favorável ao segundo tema: “Acho que a legalização do casamento gay é só uma questão de tempo”.
Leia aqui a entrevista completa de Rob Bell para a Veja.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Asteróide pode ter causado a destruição de Sodoma e Gomorra, dizem estudiosos

Asteróide pode ter causado a destruição de Sodoma e Gomorra, dizem estudiosos
Pesquisadores divulgaram que o objeto chamado de “Planisfério” encontrado no século 19 pode estar relatando a destruição das cidades de Sodoma e Gomorra comprovando os relatos bíblicos.
O objeto contendo anotações de um astrônomo foi descoberto por Henry Layaard e passou a ser estudado, mas sempre permanecia como um mistério para os acadêmicos.
A interpretação só foi dada recentemente depois que os pesquisadores Alan Bond, da empresa Reaction Engines e Mark Hempsell, da Universidade de Bristol, usaram técnicas computadorizadas que simulam a trajetória de objetos celestes e assim reconstruíram o céu que foi observado pelo autor do “Planisfério” há milhares de anos.
O resultado da pesquisa diz que o evento anotado na peça datam da noite de 29 de junho de 3123 a.C. (calendário juliano), uma parte do bloco mostra informações sobre a posição dos planetas e das nuvens. Na outra é observado a trajetória de um asteróide com mais de um quilômetro de diâmetro.
Os pesquisadores acreditam que este asteróide teria resultado na destruição de Sodoma e Gomorra. O asteróide descrito no objeto de estudo se chocou contra os Alpes austríacos sem deixar cratera. Voando próximo ao chão, ele foi deixando um rastro de destruição através de ondas supersônicas e se chocando contra a Terra em um impacto cataclísmico.
Mark Hempsell explica para a BBC que o rastro do asteróide pode ter causado uma bola de fogo que atingia temperaturas de 400ºC, o que poderia ter causado um grande devastação em aproximadamente 1 milhão de quilômetros quadrados.
Essa bola de fogo teria atingido o Sinai e algumas regiões do Oriente Médio e Norte do Egito, dando ainda mais certeza sobre o que a Bíblia diz a respeito da destruição das duas cidades que estavam praticando atos imorais.

Fonte: Gospel Prime

Uma encrenca com evangélicos

A estratégia de sedução que a Globo sobre o mundo evangélico (Igreja Universal à parte) já fez dois anos e tem sido aparentemente bem sucedida. Mas agora a emissora esbarrou num desafeto de prestígio dentro da comunidade evangélica – a EBF, organizadora da Expocristã e que até pouco tempo atuava em parceria com a Globo na produção do Promessas, um festival gospel realizado desde 2010. Num comunicado que está lançando, a EBF – “que prima por conceitos cristãos” – ataca a Globo, que vai promover uma Feira Internacional Cristã (leia mais em Globo Gospel). Ou, mais precisamente, parte para cima da GEO Eventos, empresa das Organizações Globo. Eis alguns trechos: *”A EBF foi surpreendida por diversas ações da GEO Eventos, que vem oferecendo ao mercado propostas de um evento voltado ao público sem a concordância e participação da EBF, alijada do processo de maneira antiética e unilateral”. *”A EBF Comunicações repudia o modo como a GEO eventos/Globo Comunicação e Participações S.A. vem tratando o assunto, deixando de reconhecer direitos legítimos que a EBF tem garantido”. A Globo esclarece que não tem e nunca teve qualquer vínculo com a EBF e que a GEO nunca fimou contrato de exclusividade com a empresa.

Concurso CFO PMBA 2012 – quantas questões certas garantem passar?

A ansiedade toma conta dos candidatos ao Concurso para o Curso de de Formação de Oficiais da Polícia Militar da Bahia (CFO PMBA 2012). Isto porque estamos no período entre a divulgação dos gabaritos e a publicação do resultado do teste de conhecimento, que firmará os participantes da próxima etapa do concurso, o psicoteste.
Para que os candidatos tenham uma noção da possibilidade de aprovação, segue abaixo a quantidade de acertos dos aprovados no último concurso (CFO PMBA 2011). Trazemos o número de questões acertadas e a nota da redação do primeiro e do último aprovados em ambos os sexos:

Masculino – 1º colocado
- Redação: 8 pontos;
- Língua Portuguesa: 12 questões;
- Inglês: 15 questões;
- Matemática: 05 questões;
- Atualidades/Humanas: 14 questões;
- Direito: 10 questões.
Masculino – 108º colocado
- Redação: 7 pontos;
- Língua Portuguesa: 08 questões;
- Inglês: 14 questões;
- Matemática: 05 questões;
- Atualidades/Humanas: 09 questões;
- Direito: 06 questões.
Feminino – 1ª colocada
- Redação: 10 pontos;
- Língua Portuguesa: 12 questões;
- Inglês: 11 questões;
- Matemática: 04 questões;
- Atualidades/Humanas: 09 questões;
- Direito: 10 questões.
Feminino – 12ª colocada
- Redação: 07 pontos;
- Língua Portuguesa: 11 questões;
- Inglês: 10 questões;
- Matemática: 06 questões;
- Atualidades/Humanas: 07 questões;
- Direito: 08 questões.
É claro que fazer o mesmo número de questões que estes candidatos não garante a aprovação no concurso atual, mesmo com as semelhanças dos dois concursos. Mas pelo menos explicita quem ainda está no páreo.
Boa sorte a todos!
Continue acompanhando o Abordagem Policial para saber sobre este concurso…

Autor: - Tenente da Polícia Militar da Bahia, associado ao Fórum Brasileiro de Segurança Pública e graduando em Filosofia pela UEFS-BA. | Contato: abordagempolicial@gmail.com

Moldado (Leitura Bíblica: Isaías 64.1-8)

Senhor, tu és o nosso Pai. Nós somos o barro; tu és o oleiro. Todos nós somos obra das tuas mãos (Is 64.8).

O profeta Isaías teve experiências marcantes com o Senhor. No sexto capítulo de seu livro lemos sobre a revelação de Deus ao profeta, que provavelmente andava triste e desanimado com a situação de seu povo. A visão de Deus e a conversa com ele serviram para preparar Isaías para os desafios que enfrentaria como profeta. Ele pôde perceber claramente a santidade de Deus, o pecado humano, a necessidade de purificação e a disposição ao serviço. Em meio ao luto pela morte de seu rei, a nação de Judá estava na iminência de sérios conflitos com o Império Assírio. Isaías desejava, como nunca antes na vida, um tempo de paz. Mas para isso era preciso haver dedicação, esforço, disposição, paciência, coragem e esperança. Para viver em paz é necessário admitir e querer ser moldado por Deus (deixar que ele trabalhe em nossa vida).

No texto de hoje, o profeta tem outra experiência maravilhosa com Deus. Agora Deus revela o trabalho do oleiro. Nós, criaturas suas, somos a matéria-prima. Deus é o Supremo Artista que cria e molda conforme a sua vontade, a fim de que possamos perceber a paz entre nós e servi-lo com dedicação. Somos barro - o elemento básico da constituição do ser humano. Deus molda a nossa vida assim como o oleiro molda o barro, a fim de chegar à sua obra de arte.

Mas para tanto, para se tornar valioso, o barro precisa ser modificado, esmagado, apertado, perder alguns pedaços, assumir uma forma definida e, finalmente, ser levado ao fogo. Esse processo pode ser, em alguns momentos, doloroso. Mas é preciso saber que a dor não se faz presente pelo fato de Deus ser malvado ou vingativo, mas porque a nossa justiça própria sempre nos desvia do correto e eficaz caminho apresentado pela Palavra de Deus. Ser moldado, por isso, pode significar sofrimento. Mas certamente o resultado é gratificante e abençoador. - CM

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Jamais voltarei a cantar músicas que não sejam de adoração a Deus, diz Sarah Sheeva

Jamais voltarei a cantar músicas que não sejam de adoração a Deus, diz Sarah Sheeva
Quando a imprensa começou a anunciar o retorno de Baby do Brasil aos palcos do meio secular a filha mais velha, Sarah Sheeva, que também é pastora evangélica, usou sua página no Facebook para comentar o caso e dizer que ao contrário da mãe ela nunca voltaria a cantar músicas que não sejam de adoração.
Na explicação da líder do “Culto das Princesas” a decisão dela de não voltar a cantar músicas seculares não é só espiritual, como ministerial e profissional. “Eu jamais voltarei a cantar músicas que não sejam de adoração a Deus”.
“Acredito que a música é algo espiritual, é energia pura, algo sobrenatural. Acredito (e também tenho respaldo bíblico) que a música tem o poder de entrar dentro de nós e ministrar a nossa alma e o nosso espírito humano”, escreveu Sarah.
No final do mês de outubro Baby do Brasil realizou um show ao lado de seu filho, o músico Pedro Baby, cantando alguns sucessos antigos da cantora que é uma das principais representantes da Música Popular Brasileira.
Quando comentou o caso, Baby que também é pastora, disse que recebeu a permissão de Deus para voltar para a “Babilônia” e que por isto aceitou o convite do filho.
Ao falar de sua opinião sobre o tema, Sarah não critica a mãe, mas deixa claro que não concorda com o retorno de Baby do Brasil.

Fonte: Gospel Prime

Itabuna : Construção do mini presídio

Na próxima sexta-feira o secretário de Administração Penitenciária, Nestor Duarte, estará em Itabuna para assinar a ordem de serviço da construção do mini presídio com capacidade para 120 detentos. O mini presídio será para presos provisórios, já que atualmente os presos condenados ficam junto com os provisórios. O prazo de entrega da obra é de 30 dias, e o valor será de aproximadamente um milhão. A construção deverá utilizar o sistema pré-moldado para dar maior celeridade à obra. http://www.politicosdosuldabahia.com.br

[Entrevista] Lançando novo livro, autor de “A Cabana” afirma que “ninguém mais aguenta a imagem de um Deus distante” como o pintado pelas religiões. Leia na íntegra

[Entrevista] Lançando novo livro, autor de “A Cabana” afirma que “ninguém mais aguenta a imagem de um Deus distante” como o pintado pelas religiões. Leia na íntegra

O escritor William P. Young, autor de “A Cabana”, está lançando um novo livro, com a mesma linha de proposta, intitulado “A Travessia”.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelYoung, que é filho de missionários e afirma se preocupar em agradar apenas sua esposa e filhos com seus livros, disse em entrevista à revista Época que as reflexões de seus livros expressam olhares sobre diversos assuntos, que a “religião organizada” não consegue oferecer.
- Os avanços da sociedade não atendem todas as nossas necessidades. A tecnologia só aumenta nossa angústia espiritual – frisa o escritor.
Na entrevista, William P. Young deixa claro que, em seu ponto de vista, “ninguém mais aguenta aquela imagem ocidental de um Deus infinitamente distante, intocável, desconhecido e impassível, que assiste a nossas vidas com um olhar reprovador”, e por isso, através de metáforas, tenta compartilhar reflexões a respeito dos reais objetivos de Deus para com a humanidade.
No novo livro, “A Travessia”, Young conta a história de um executivo milionário que encontra Jesus e o Espírito Santo após entrar em coma devido a um derrame: “É uma continuação de certa forma, porque é um livro sobre Deus, sobre a transformação do coração humano pela fé e sobre relacionamentos, mas com uma história totalmente diferente”.
Confira abaixo, a íntegra da entrevista de William P. Young à revista Época:
Seu livro é uma obra de ficção, mas concorrerá com títulos que relatam experiências sobrenaturais. O que acha dessa disputa?
Acho que todos nós já tivemos alguma experiência sobrenatural. Muitas vezes o sobrenatural está oculto no dia a dia. Um pôr do sol, um arco-íris ou o choro de um recém-nascido podem ser experiências sobrenaturais. Já tive vários sonhos em que sei que conversei com Deus. Tenho certeza disso. Deus também fala comigo por meio da minha família, dos meus amigos ou até mesmo de inimigos. Não há motivo para separar as experiências sobrenaturais dos pequenos encontros com Deus que ocorrem em nossa vida cotidiana. Deus está presente em todos os momentos. Acreditar no sobrenatural é fácil demais. O mais difícil é encontrar a espiritualidade na vida real. É preciso trabalhar duro para isso.
A travessia pode ser lido como continuação de A Cabana?
Não exatamente. É uma continuação de certa forma, porque é um livro sobre Deus, sobre a transformação do coração humano pela fé e sobre relacionamentos, mas com uma história totalmente diferente. É escrito naquele mesmo gênero que ninguém conseguiu explicar, incluindo eu.
Como o senhor descreveria esse estilo?
Espiritualidade realista, talvez (risos)? Tudo o que escrevo é centrado na mesma pergunta: o que aconteceria se, em meio a nossa vida cotidiana, deparássemos com as ações de um Deus que trabalha a nosso favor, que nos ama e quer que sejamos pessoas melhores? Quando decidi lançar A Cabana, 26 editoras recusaram o livro. O motivo que elas davam era sempre este: o livro não era parecido com nada que havia sido lançado até então, e era um risco apostar em algo tão incomum.
Por que a espiritualidade vende tanto?
Os avanços da sociedade não atendem todas as nossas necessidades. A tecnologia só aumenta nossa angústia espiritual. Mesmo quando estamos conectados 24 horas por dia, temos muito tempo para pensar na vida e notamos que há espaços vazios em aspectos importantes dela. Queremos que a vida seja mais que isso. Não sou inteligente o suficiente para dizer que entendo as angústias da sociedade como um todo, mas o sucesso da espiritualidade mostra que há muitas pessoas fazendo as mesmas perguntas. O que meus livros fazem é colocar Deus no dia a dia, com uma linguagem amigável. Isso é algo que a religião organizada dificilmente faz. Com a linguagem de meus livros, os leitores podem falar de espiritualidade com seus amigos, com sua família.
É uma missão bastante ambiciosa…
Não diria que é uma missão. Nada disso foi proposital (risos). A primeira versão de A cabana foi escrita como um presente de Natal para meus filhos. Tenho seis filhos: o mais velho tem 32; o mais novo, 19. Juntando família e amigos, pensava em atingir 15 pessoas no máximo. Meus pais foram missionários, fui criado numa tribo indígena. Tive uma vida espiritual muito intensa. Sempre pensei muito sobre Deus e queria reunir num lugar todos os meus pensamentos sobre o assunto. Foi por isso que escrevi A Cabana. A semana que o personagem principal passa na cabana corresponde a 11 anos da minha vida em busca de respostas. É minha história espiritual em forma de ficção. A travessia é o primeiro livro que escrevo com o propósito de ser lido. Gosto de contar as histórias que meu coração manda contar, e elas encontram lugar no coração do leitor sem pedir permissão. Quanto mais leitores quiserem compartilhar essa história comigo, mais satisfeito ficarei. Não vejo isso como uma meta. Se só minha mulher e meus filhos gostarem do livro, tudo bem. Eles gostaram, aliás.
A história de A travessia é tão pessoal quanto a de A Cabana?
Tenho um pouco em comum com o personagem principal. Ele é um homem ambicioso, egoísta, com um coração fechado… Todos nós somos assim quando pisamos demais no acelerador e entramos numa rotina sem reflexão. Quis criar um personagem detestável, porque sei que eu mesmo não era um personagem muito agradável quando tinha meus 30 anos. Minha transformação é parecida com a dele. A travessia é um livro mais humano do que autobiográfico. A história é sobre como atravessamos momentos de cegueira. Atravessamos a vida sem pensar, mas momentos traumáticos como doenças e grandes perdas nos fazem parar e pensar em como nossas escolhas afetam quem está a nosso redor. A vida é um convite diário para mudarmos para melhor, mesmo nos menores gestos. Ao contrário do meu personagem, já cheguei aos 57 anos. É tempo o bastante para perceber que cada detalhe da vida é sagrado. É possível ouvir o Espírito Santo no rock. Ou na bossa nova!
Se o senhor lesse o livro aos 30 anos, quando era parecido com o personagem principal, como reagiria?
Nunca pensei nisso. Das duas, uma: ou acharia ridículo, pois tinha uma formação religiosa muito rigorosa e não daria bola para esse tipo de espiritualidade, ou daria uma chance ao livro e economizaria uns bons 30 anos de reflexão (risos). Acho que não me sentiria à vontade lendo um livro que mostrasse Deus como uma mulher negra. Fui criado para acreditar num Deus rigoroso, severo, e isso fez com que eu fosse uma pessoa severa por muito tempo. Não percebia que nossa visão de Deus é formada por meio de relacionamentos, e que eles podem nos curar. Essa é a mensagem central de A cabana, e ninguém dizia isso naquela época. Foi duro aprender sozinho.
Por que A Cabana enfrentou resistência de religiosos?
Tem a ver com a maneira livre como A Cabana representa Deus. Se eu lesse um livro como esse na minha juventude, também ficaria chocado. O uso de imagens e metáforas para falar de religião não deveria chocar. A Bíblia é cheia de metáforas. No Novo Testamento, Deus aparece como uma mulher que perdeu uma moeda. Há representações de Deus como uma águia, como uma rocha. As imagens não definem Deus. Elas servem apenas para nos ajudar a entender sua natureza. Sabemos que Deus não é um homem ou uma mulher, mas podemos abrir um pouco a cabeça. Ninguém mais aguenta aquela imagem ocidental de um Deus infinitamente distante, intocável, desconhecido e impassível, que assiste a nossas vidas com um olhar reprovador. Não é nisso que acredito.
O que o senhor diria a quem não leu seus livros, mas os critica?
Não sei se eles ouviriam o que tenho a dizer. Eu os convidaria a arriscar a ler uma página ou outra, quando estiverem prontos. A leitura pode ser crítica, não importa. O importante é que a leitura desperte um sentimento em alguém. As pessoas que criticam A cabana sem nem sequer ter lido só ouviram falar do livro, mas já o detestam. Imagino que não lerão A Travessia e o detestarão também. Se realmente lessem, meus livros bagunçariam seus paradigmas religiosos e talvez causassem indignação. Gosto desse tipo de debate. A polêmica é um convite ao crescimento espiritual. Minhas crenças de hoje são muito diferentes das que eu tinha há dez anos. E há dez anos achava que estava certo sobre tudo.
Seu estilo lembra o de Paulo Coelho. O senhor conhece a obra dele?
Conheço, é claro. É uma grande honra ser comparado a ele. Mas ele lida com a espiritualidade de forma muito mais geral, cheia de misticismo. Tenho uma formação cristã muito tradicional, e isso transparece nos meus livros. Escrevo sobre Jesus, sobre o Espírito Santo. Gosto muito da obra de Paulo Coelho. Os brasileiros adoram livros como os meus graças a ele. São leitores que abraçaram a espiritualidade com muita força. A cabana foi lançado em 41 idiomas e vendeu bem em quase todos os países onde saiu, mas os leitores brasileiros sem dúvida são os mais apaixonados. E é recíproco. Fui ao Brasil duas vezes. É um país especial para mim. Sabia que já assisti a um show de Cauby Peixoto?
Como foi essa experiência?
Estive no Brasil em 2009 com alguns amigos e, antes de meus compromissos, tive um dia livre em São Paulo. Disse a meus amigos que queria ouvir música brasileira, e me ofereceram duas opções: um show instrumental de bossa nova por US$ 4 ou o “Frank Sinatra brasileiro” por US$ 20. Escolhi o Sinatra por US$ 20, claro (risos). Não tinha ideia de quem era o sujeito. De repente, aparece aquele senhor de peruca, que precisa de ajuda para subir ao palco. E, daquela boca, saíram alguns dos sons mais belos que já ouvi. Foi uma noite incrível. Depois fiquei sabendo que alguns amigos brasileiros tentam assistir àquele show há anos e nunca tinham conseguido. Deus tem um excelente senso de humor!
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Vitória da Conquista recebe base comunitária nesta quarta

O município de Vitória da Conquista, a 512 km de Salvador, ganha a primeira Base Comunitária de Segurança nesta quarta-feira, 28. O equipamento vai funcionar no bairro Nova Cidade, com 80 policiais militares, quatro viaturas, oito motos e dez câmeras de vigilância.
Esta é a 11ª base inaugurada na Bahia, sendo a terceira no interior do estado, e vai atender cerca de 35 mil moradores do município. Os policiais que vão atuar na comunidade passaram por um curso de capacitação, no qual são ministradas aulas direitos humanos, mediação de conflitos, polícia comunitária aplicada e atividade prática policial.
A Bahia já conta com outras dez bases, localizadas em Salvador, Lauro de Freitas, Feira de Santana e Itabuna.

Fonte: A Tarde

Criada a UPPOL


No ultimo dia 23/11 foi criada a UNIÃO POLÍTICA DOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA, UPPOL, uma ideia revolucionária porque potencializará a força da classe.
A audiência ocorreu na Assembleia Legislativa e o deputado Capitão Tadeu, autor do projeto, foi eleito por unanimidade Presidente da UPPOL.
Durante os debates que duraram 6 horas, foi aprovada a proposta dos SGTs NEIVA e PIRES, ambos da R/R, para a participação de todos os profissionais de segurança, como policiais militares, civis, federais, técnico, bombeiros militares e civis, agente de trânsito, policiais rodoviários, guarda municipais, vigilantes, militares da forças armadas e etc.
Outra ideia aprovada foi a do SD ESTRELA de tornar o evento nacional, devido a grande importância da ideia inovadora .

CONVITE


A IGREJA BATISTA EBENÉZER vem convidar os pastores e igrejas da ASSOCIAÇÃO BATISTA GRAPIUNENSE para o culto de gratidão pelos 15 anos de ordenação ao Ministério Pastoral do Pr. Robson Oliveira Santos.
LOCAL – Igreja Batista Ebenézer
[Rua Margarida, 351 – Nelson Costa –Ilhéus]
DIA – 02/12/12 [domingo]
HORA – 19h00

Aguardamos sua presença!

O cristão pode ouvir música secular? Líderes evangélicos divergem sobre o assunto.

O cristão pode ouvir música secular? Líderes evangélicos divergem sobre o assunto. Assista

A música ainda hoje é fonte de debates entre evangélicos, e a liberdade para ouvir ou não músicas tidas como “seculares” é uma das dúvidas mais persistentes para muitos fiéis.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelPosições contrárias e a favor surgem em fóruns de debate na internet, em cultos de jovens, páginas de redes sociais, etc.
Em vídeos de perguntas e respostas, dois líderes cristãos nacionais mencionam posturas opostas a respeito do assunto.
O bispo Walter McAlister, líder da Igreja Cristã Nova Vida afirma que é possível ouvir certas músicas sem que a “alma seja poluída”, e prega o princípio de sensatez para avaliar o que deve ser ouvido: “Há coisas nobres que ainda restam no ser humano. Uma pessoa que não conhece Cristo, ainda assim, pode expressar beleza, sentimento… Coisas que são nobres, belas”.
Em posição contrária, o pastor Lucinho, da Igreja Batista da Lagoinha, afirma que “não ouve e não recomenda” músicas que não sejam cristãs. Lucinho ficou conhecido nacionalmente pela polêmica imagem em que aparece cheirando uma Bíblia como se fosse cocaína.
Pastor Lucinho lembra que “tudo me é permitido, mas nem tudo convém” (1 Coríntios 10:23) e lembra que há opções no meio gospel que podem servir como substitutas das músicas seculares.
Em contrapartida, o bispo McAlister afirma que também há músicas “ditas cristãs” que não acrescentam nada à alma: “São músicas vazias, superficiais, e distorcem a experiência cristã. E essas músicas também não convém, não ajudam em nada”.

Fonte: Gospel +

Pastor Silas Malafaia participará de audiência pública sobre “cura gay” e pede que fiéis enviem e-mails aos deputados pedindo aprovação do projeto

Pastor Silas Malafaia participará de audiência pública sobre “cura gay” e pede que fiéis enviem e-mails aos deputados pedindo aprovação do projeto

Uma audiência pública na Comissão de Seguridade Social e Família irá discutir hoje, 27/11, o projeto de lei do deputado João Campos que foi apelidado de “cura gay”.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelEstarão presentes na audiência pública a psicóloga Marisa Lobo, o presidente do Conselho Federal de Psicologia, Humberto Verona e o presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transexuais (ABGLT), Toni Reis.
No Twitter, o pastor Silas Malafaia afirmou que “nesta audiência, discutiremos um decreto que permite aos psicólogos atenderem homossexuais que desejarem atendimento. Muitos não sabem, mas se um homossexual procurar a ajuda de um psicólogo para mudar sua orientação sexual, o psicólogo é proibido de ajudá-lo!”.
Durante a audiência, que será realizada no Plenário 07 do anexo II da Câmara dos Deputados, os debates serão em torno da questão que envolve a possibilidade de os profissionais de psicologia receberem e atenderem pacientes que busquem ajuda a respeito de sua orientação sexual.
Malafaia pediu aos seus seguidores no microblog que enviassem e-mails aos deputados pedindo a aprovação do projeto, e divulgou a lista de e-mails dos parlamentares:

dep.mandetta@camara.leg.br , dep.fabiosouto@camara.leg.br , dep.laelvarella@camara.leg.br , dep.antoniobrito@camara.leg.br , dep.amauriteixeira@camara.leg.br , dep.angelovanhoni@camara.leg.br , dep.beneditadasilva@camara.leg.br , dep.nazarenofonteles@camara.leg.br , dep.rogeriocarvalho@camara.leg.br , dep.darcisioperondi@camara.leg.br , dep.geraldoresende@camara.leg.br , dep.nildagondim@camara.leg.br , dep.osmarterra@camara.leg.br , dep.saraivafelipe@camara.leg.br , dep.teresasurita@camara.leg.br , dep.eduardobarbosa@camara.leg.br , dep.marcuspestana@camara.leg.br , dep.williamdib@camara.leg.br , dep.cidaborghetti@camara.leg.br , dep.joselinhares@camara.leg.br , dep.josehumberto@camara.leg.br , dep.rosinhadaadefal@camara.leg.br , dep.waltertosta@camara.leg.br , dep.eleusespaiva@camara.leg.br , dep.dr.paulocesar@camara.leg.br , dep.jhonatandejesus@camara.leg.br , dep.joaoananias@camara.leg.br , dep.jandirafeghali@camara.leg.br , dep.celiarocha@camara.leg.br , dep.antoniobrito@camara.leg.br , dep.carmenzanotto@camara.leg.br , dep.suelividigal@camara.leg.br , dep.dr.jorgesilva@camara.leg.br , dep.ribamaralves@camara.leg.br , dep.alexandreroso@camara.leg.br , dep.neiltonmulim@camara.leg.br , dep.mauriciotrindade@camara.leg.br , dep.mandetta@camara.leg.br , dep.laelvarella@camara.leg.br , dep.fabiosouto@camara.leg.br , dep.josehumberto@camara.leg.br , dep.onofresantoagostini@camara.leg.br , dep.nicelobao@camara.leg.br , dep.geraldothadeu@camara.leg.br , dep.vitorpaulo@camara.leg.br , dep.jomoraes@camara.leg.br , dep.pastormarcofeliciano@camara.leg.br , dep.walneyrocha@camara.leg.br , dep.arnaldofariadesa@camara.leg.br , dep.rosaneferreira@camara.leg.br , dep.robertodelucena@camara.leg.br , dep.dr.aluizio@camara.leg.br , dep.arlindochinaglia@camara.leg.br , dep.assiscarvalho@camara.leg.br , dep.dr.rosinha@camara.leg.br , dep.erikakokay@camara.leg.br , dep.padrejoao@camara.leg.br , dep.andrezacharow@camara.leg.br , dep.daniloforte@camara.leg.br , dep.elcionebarbalho@camara.leg.br , dep.irisdearaujo@camara.leg.br , dep.raimundao@camara.leg.br , dep.rodrigobethlem@camara.leg.br , dep.brunafurlan@camara.leg.br , dep.joaocampos@camara.leg.br , dep.maragabrilli@camara.leg.br , dep.iracemaportella@camara.leg.br , dep.robertobritto@camara.leg.br , dep.toninhopinheiro@camara.leg.br , dep.luizcarlossetim@camara.leg.br , dep.ronaldocaiado@camara.leg.br , dep.goretepereira@camara.leg.br , dep.pastoreurico@camara.leg.br , dep.paulofoletto@camara.leg.br , dep.manato@camara.leg.br , dep.paulorubemsantiago@camara.leg.br

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Embora subestimados, ministérios infantis são o futuro da Igreja, afirma especialista

Embora subestimados, ministérios infantis são o futuro da Igreja, afirma especialista

O trabalho dos ministérios infantis nas igrejas podem estar sendo subestimados, e isso poderá causar impactos futuros, afirma Tim Thornborough, líder de um ministério infantil.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica GospelOuvido pelo site da revista Christian Today, Tim diz que “evangelistas que vão à caça de pessoas fazem um grande trabalho, mas o maior trabalho de evangelização é o que você faz em grupo de seus filhos”, referindo-se ao fato de pesquisas apontarem que grande parte dos cristãos se decidem pela causa de Cristo aos 17 anos.
Para Tim, os líderes e membros das equipes infantis das igrejas “são os evangelistas da linha de frente, que fazem o trabalho de base, de modo possibilite existir uma igreja na próxima geração”.
Ainda segundo Tim, o trabalho do ministério infantil não deve ser encarado apenas como uma babá, mas sim, como a preparação da próxima fase de vida cristã: “Não estamos apenas cuidando das crianças, e sim, usando a sabedoria dada por Deus para que essas crianças se tornem discípulos maduros”.
Já o missionário e fundador de um ministério infantil chamado “Mark Drama”, segue pela linha do incentivo: “O que muda a vida de crianças em nossos grupos não somos nós, mas a Palavra de Deus. Você vê os outros e acha que eles são tão talentosos e se enxerga como um fracasso. Mas somos todos um pouco de confusos. Jesus é especialista em usar pessoas que são um pouco confusas”, pontua, valorizando os voluntários de ministérios infantis.


Por Tiago Chagas, para o Gospel+

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...