NOSSA MISSÃO: “Anunciar o Evangelho do Senhor Jesus à todos, transformando-os em soldados de Cristo, através de Sua Palavra.”

Versículo do Dia

Versículo do Dia Por Gospel+ - Biblia Online

sábado, 29 de novembro de 2014

O Motivo e a motivação humana

O Motivo e a motivação humana

As ações que um ser humano tem, nos seus primeiros anos de vida, são pura e simplesmente direcionadas para a satisfação imediata dos instintos de frio, fome, sede, evitar as dores, evitar luz e ruídos fortes, enfim, todas as sensações momentâneas desagradáveis e procurar, com isso, sensações agradáveis. A criança vai aprendendo pela experiência (não há ainda um motivo intelectual), e elas podem desde já ser chamadas de “cognoscitivas”.
Uma síntese totalmente rudimentar é feita pela criança – o fato de ocorrerem várias experiências. Ela percebe que sua mãe é a representante de uma fonte de prazer, ou seja, de uma grande parte de satisfação de suas necessidades de prazer. Sua mãe não é capaz ainda de saber que esse novo ser é separado dela, que é um ser distinto em si.
Por volta do terceiro mês de vida, a criança começa a perceber o outro – no caso, sua mãe – e que o comportamento dessa mãe depende, em parte, do seu próprio comportamento, começando então a adequação à vida materna. Isso é um motivo por si mesmo. Nessa fase, a mãe já vai se opondo gradativamente à satisfação das necessidades da criança.
Por ocasião da desmama e da aquisição de hábitos higiênicos, e por ocasião das proibições feitas pela mãe, ocorre um fenômeno de escolha. A criança deverá escolher entre conservar o amor materno ou os hábitos infantis. Essa é a primeira transição importante no desenvolvimento infantil. Esse é o primeiro fenômeno ao qual devemos dar total atenção, pois dele depende o desenvolvimento sadio da criança.
Segundo Melaine Klein, no nascimento já existe ego suficiente para a criança experimentar ansiedade. O bebê já utiliza mecanismos de defesa e, nesse processo, nessa dinâmica, já se formam as relações de objeto, primitivas na fantasia e na realidade.
Freud chama essa fase de ego primitivo: ele descreve também um mecanismo de defesa primitivo, isto é, um instinto de morte. O ego do bebê já é capaz de formar uma relação de objeto de fantasia, que pode ser boa, mas também má, dependendo da relação com a mãe (e/ou figura materna).
O ego primitivo nos primeiros meses não é como o de uma criança de seis meses, por exemplo, ou de uma criança já em desenvolvimento.
Inicialmente, o ego primitivo é amplamente desorganizado, embora, de acordo com toda tendência do crescimento fisiológico e psicológico, ele possua uma tendência à integração desde o começo.
O bebê já possui ansiedade, que é provocada pela polaridade inata dos instintos (conflito interno de vida x morte) e a exposição impactante da realidade externa (por exemplo, trauma de nascimento) que lhe dá vida, calor, amor, alimentação, projeção, em parte conversão do instinto de morte em agressividade. Esse conflito psíquico que ocorre com os bebês é necessário, e aí se dá o começo das relações objetais.
Assim é estabelecida uma relação com o objeto ideal.
Por isso a fase inicial do desenvolvimento é muito importante para o futuro emocional e de formação da personalidade dessa criança. A mãe, ou quem estiver fazendo o papel de mãe, tem uma função primordial nesse processo, pois é desta relação que se formarão o caráter, as afeições, as relações desse ser com o mundo.
A mãe tem de desenvolver com amor e muito carinho certa disciplina para ser empregada nessa relação. Por exemplo, a adequação do ato de amamentar e/ou dar mamadeira tem de ser disciplinada em horários – de duas em duas horas, ou de três em três horas (prazo estipulado pelo médico pediatra) e em local tranquilo, sem pressões externas ou estímulos desagradáveis.
A mãe tem de dedicar esse momento somente àquele pequeno ser. Mas a disciplina, o controle, já podem e deverão ser exercidos. Não pode a mãe, a cada “resmungo” do filho, achar que tem de dar o seio ou a mamadeira, pois até mesmo gratificação em excesso prejudica a afetividade da criança, prejudica a evolução de seus afetos, logo, desestrutura o seu pequeno ego, que precisa do equilíbrio, de gratificação e frustração.
O texto da Bíblia, em Hebreus 12.11, é bastante oportuno para este momento: “Toda disciplina, com efeito, no momento não parece ser motivo de alegria, mas de tristeza; ao depois, entretanto, produz fruto pacífico aos que têm sido por ela exercitados, fruto de justiça”.
“O equilíbrio é fundamental para o desenvolvimento de seu filho. Você tem sido equilibrado em suas ações e funções?”
Todos os bebês têm períodos de ansiedade, e são as ansiedades e defesas que constituem o núcleo da posição esquizoparanóide.
São parte normal do desenvolvimento humano”,  diz Melaine Klein. Nenhuma experiência no desenvolvimento humano é colocada de lado. O ser humano pode passar por situações hoje em sua vida que despertarão as mais primitivas ansiedades e que colocarão os mais primitivos mecanismos de defesa em ação, numa personalidade bem integrada. Todos os estágios do desenvolvimento estão incluídos.
Nenhum estágio de desenvolvimento é rejeitado. A base do ser humano se constrói nos primeiros meses de vida. Todos esses eventos, realizações, são realmente importantes para o desenvolvimento posterior, onde têm seu papel na mais madura e integrada das personalidades.
Sendo assim, o bebê passa por várias posições e estágios de desenvolvimento. Essas posições, quando passadas gradualmente uma para outra, sem violência, sem intempéries, de forma suave, vão construindo um ser humano capaz de distinguir interna e externamente, o que é bom (bem) e o que é mau (mal).
“Como aprendemos, depende muito de vocês, pai e mãe, o que seu filho entenderá como bem e mal no futuro.”

Este artigo faz parte do Livro Como fazer de seu Filho uma Criança Feliz – Os segredos dos afetos infantis – de Marisa Lobo – Arte Editorial.

Por

PM atinge filha com disparo acidental em shopping de Feira de Santana

Um policial militar feriu acidentalmente a filha de 8 anos na manhã desta sexta-feira (28) em Feira de Santana, a 109 km de Salvador. O fato aconteceu dentro de um shopping da cidade por volta das 10h.
Segundo a PM, o policial estava em um banco do Shopping Boulevard fazendo procedimentos bancários quando sua arma, uma Taurus de calibre .40, disparou. A criança foi atingida em um dos dedos do pé. A PM informou que a menina foi imediatamente conduzida para receber atendimento médico e não corre risco de morrer.
Uma apuração será feita para verificar as circunstâncias do ocorrido. 

Fonte:Correio da Bahia

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Vou deixar de assistir televisão!

Alguns expoentes cristãos que conheço (prefiro não citar o nome) deixaram de assistir televisão, por uma simples razão: têm coisas mais interessantes a fazer. Estou entrando nesse time também, não por razões legalistas, mas práticas (assim como eles). Com raras exceções, a programação televisiva – principalmente dos canais abertos – são uma lástima, pura perda de tempo. Confesso que fico sem entender como alguém consegue desperdiçar o seu tempo assistindo novelas, por exemplo.
Talvez alguém diga: mas e os programas jornalísticos? Bem, na minha opinião, a maioria desses têm mais desinformado do que informado. Lamentavelmente, na sua quase totalidade, os meios de comunicação estão aparelhados com profissionais que estão a serviço do governo de plantão. São raros os profissionais que têm independência para dizer o que pensam.
Um caso emblemático, que aconteceu recentemente, foi o da apresentadora Rachel Sheherazade, que vinha se notabilizando por suas opiniões ao vivo no Jornal do SBT, mas que por expressar pensamentos mais conservadores – tanto em relação aos costumes como à economia -, fazendo criticas contundentes ao governo petista, terminou sendo silenciada.
Diante desse quadro, o que resta? Bem, para mim, muito pouco! Talvez um esporte (desde que não seja para assistir o Brasil levar de 7×1) ou um documentário (coisa rara na grade de nossas TVs). O resto é pura perda de tempo. Prefiro investir meu tempo em coisas mais produtivas, a exemplo da leitura de bons livros e claro, da Bíblia.
Para me manter informado vou para a internet, pois lá ainda existem vários canais de informações, entre sites e blogs, que ao contrário da grande mídia – seja televisiva ou não -, não escamoteiam a informação, mas a trazem com clareza, visando deixar o internauta a par do que está acontecendo no Brasil e no mundo.
Pois é, o apóstolo Paulo orientou a igreja a “remir o tempo, pois os dias são maus”, e “aproveitar bem as oportunidades”. Dito isso, creio que a melhor maneira de seguir o conselho do apóstolo é, nesse caso específico, deixar de assistir televisão.

Fonte: Gospelprime

Ministério da Justiça mantem Força Nacional no Sul do Estado

A pedido do Governo da Bahia, o Ministério da Justiça prorrogou por 90 dias a permanência de tropas da Força Nacional de Segurança Pública nas cidades do sul do estado, onde a tensão entre índios e não índios exige o reforço policial. Os incidentes violentos resultantes da disputa por terras se intensificaram a partir do final do primeiro semestre de 2013. Conforme estabelece a Portaria 1.948, publicada no Diário Oficial da União de hoje (28), o efetivo da Força Especial apoiará as forças de segurança baianas em ações de preservação da ordem pública, mantendo a segurança e o patrimônio dos moradores de Buerarema, Una e Ilhéus, quando esses municípios forem ameaçados pelos “conflitos fundiários envolvendo indígenas e produtores rurais assentados na região”. O novo prazo de permanência do efetivo é válido a partir de hoje (28). Por questões estratégicas, o número de policiais deslocados para a região, a partir do combinado com as autoridades baianas, não foi divulgado. A operação é supervisionada pelos órgãos de segurança pública baianos. A Força Nacional e os pelotões da Polícia Militar têm reforçado o policiamento na região desde setembro de 2013, quando, no ápice da tensão, casas foram incendiadas e ao menos uma loja e uma agência dos Correios foram depredadas e uma loja de abastecimento Cesta do Povo foi saqueada pela segunda vez. No comando da manifestação estavam produtores rurais, cujas propriedades foram ocupadas, e segmentos da população que se sentem afetados pela ocupação indígena de várias fazendas. A ocupação de fazendas foi a forma encontrada por índios tupinambás para exigir do governo federal a conclusão do processo de demarcação da Terra Indígena Tupinambá de Olivença. A área, de 47.376 hectares – um hectare corresponde a 10 mil metros quadrados, o equivalente a um campo de futebol oficial –, foi delimitada pela Fundação Nacional do Índio (Funai), em 2009. Para que a reserva saia efetivamente do papel é necessário que o Ministério da Justiça edite a portaria declaratória, reconhecendo a área como território tradicional indígena. A última etapa do processo é a homologação, pela Presidência da República. Se aprovada, a reserva abrangerá parte do território de Buerarema, Ilhéus e Una. (Agencia Brasil)

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

15 bênçãos pelas quais você nunca deve deixar de agradecer

15 bênçãos pelas quais você nunca deve deixar de agradecer
O dia de Ação de Graças ou Thanksgiving como é mundialmente conhecido acontece toda última quinta feira de novembro e é uma tradição cristã criada por colonizadores ingleses quando descobriram os EUA e resolveram partir de seus conhecimentos e alimentos com a comunidade local da época agradecendo a Deus pela colheita, alimento, casa, vida, tudo que Deus nos concede. No Brasil a tradição do Dia de Ação de Graças é celebrada por igrejas de linha protestante como Batista, Metodista, Presbiteriana dentre outras. Um culto é realizado onde os membros da igreja geralmente levam alimentos como forma de agradecimento para depois serem doados a pessoas carentes e durante o mesmo, canções, testemunhos e palavras de agradecimento a Deus por tudo que aconteceu de bom naquele ano são proferidas.
No início desse mês, 2 cristãos Paquistaneses – o marido e a esposa grávida – foram apedrejados e surrados por 3 dias consecutivos por um grupo de pessoas furiosas que os arrastaram atrás de 1 carro. Depois eles foram jogados num forno a lenha e queimados vivos. O crime cometido: Shahzad Masih, 28 e Shama Bibi, 25 anos foram falsamente acusados de destruir uma cópia do alcorão.
Mais de 100 pessoas participaram desse assassinato brutal em 4 de novembro em Kasur, Paquistão. Dificilmente alguém será condenado pelo ataque devido à algo chamado Liberdade religiosa, da qual os Americanos usufruem há mais de 200 anos e simplesmente não acontece no Paquistão.
Enquanto você celebra o dia de Ação de Graças esse ano, eu espero que você esteja grato por alguém não te arrastar pra dentro de um forno de 1,470 graus de temperatura simplesmente porque eles acham que você tenha blasfemado contra o livro sagrado deles. Eu te motivo a fazer uma lista das bênçãos pelas quais você deve sempre agradecer. Minha lista para 2014 pode te ajudar :
Você tem Liberdade religiosa?A maioria da população mundial, cerca de 75%, vive em áreas com restrições religiosas severas e cristãos sofrem perseguição por simplesmente acreditar em Jesus em mais de 60 países. Cerca de 1.6 bilhões de pessoas ao redor do mundo vive em sociedades repressoras onde eles não podem agir ou falar algo contra o governo que rege sua nação.
Você toma suas próprias decisões? Existem atualmente 29.8 milhões de pessoas vivendo como escravas de acordo com a Fundação Walk Free. Essas pessoas trabalham e se prostituem obrigatoriamente, crianças servem como soldados em guerras e meninas são forçadas a se casarem. A Fundação Walk Free investigou 162 países e encontrou escravos em todos eles.
Você tem dinheiro no banco? Mais de 2.5 bilhões de adultos ao redor do mundo não são clientes bancários de acordo com a pesquisa da instituição Gallup em 148 países. 2/3 das pessoas que não são clientes bancários simplesmente disseram que não tem renda suficiente para terem uma conta.
Você tem sapatos? Cerca de 300 milhões de crianças ao redor do mundo não tem 1 par de sapatos. Estima-se que 2 bilhões de pessoas ao redor mundo estão doentes atualmente com algum tipo de doença transmitida por parasitas que poderia ter sido prevenida simplesmente por ter os pés calçados.
Você bebe água limpa? Cerca de 1.1 bilhões de pessoas ao redor do mundo não tem acesso a água potável. Por causa disso, 9 milhões de pessoas morrerão esse ano por doenças causadas pela falta de tratamento da água. Na próxima vez que você abrir uma garrafa de água ou até tomar da torneira, lembre-se que milhares de mulheres ao redor do mundo andam em média 4 horas por dia para buscar água.
Sua mãe sobreviveu quando você nasceu? Aproximadamente 800 mulheres morrem diariamente em complicações durante a gravidez e na hora do parto. Isso equivale a 33 mulheres mortas por hora. Quase todas essas mortes ocorrem em países em desenvolvimento e boa parte delas poderia ter sido evitada.
Você tem mais de 5 anos de idade? 21,000 crianças morrem todos os dias devido a pobreza e doenças que poderiam ser prevenidas. Isso equivale a 1 criança morta a cada 4 segundos. A média de mortalidade infantil mundial por ano é de 7,6 milhões de crianças.
Você faz 3 refeições por dia? A Organização Mundial de Saúde estima que 1/3 da população mundial está excessivamente alimentada, 1/3 pouco alimentada e o outro 1/3 literalmente morrendo de fome. Aproximadamente 925 milhões de pessoas em países em desenvolvimento estão cronicamente desnutridas.
Você tem energia elétrica o tempo todo? Cerca de 1.5 bilhões de pessoas no mundo não tem acesso a energia elétrica. Você gosta daquele seu fogão? Na próxima vez que você for cozinhar, lembre-se que 2,5 milhões de pessoas ainda usam lenha e carvão para cozinhar. Você gosta da sua máquina de lavar roupas? Cerca de 5 bilhões de pessoas no mundo ainda lavam suas roupas à mão.
Você tem um teto para dormir? A Comissão de Direitos Humanos diz que 100 milhões de pessoas no mundo são sem teto e que 1 em cada 3 crianças moram em locais com condições precárias. 42 milhões de pessoas vivem atualmente como foragidas de guerra .
Você possui carro? Os EUA ainda é o país com maior número de veículos no mundo, porém globalmente, somente 1 a cada 8 pessoas tem acesso a carro. Muitos outros, andam a pé, de transporte público, charretes etc. Você andou de avião no ultimo ano ? Você é abençoado. Somente 5% da população mundial já esteve em 1 avião.
Você tem descarga no banheiro? O programa de Desenvolvimento das Nações Unidas diz que 2.6 bilhões de pessoas não têm acesso à banheiros. A Índia tem a maior porcentagem de pessoas que não tem acesso a sanitarismo. Cerca de 638 milhões de indianos tem que fazer suas necessidades fisiológicas ao ar livre.
Você sabe ler? Quase 1 bilhão de pessoas adentraram o século 21 sem saber ler ou escrever seus próprios nomes. 72 milhões de crianças em idade escolar não estão matriculadas em nenhuma instituição. Se você é graduado em uma universidade então você faz parte de um grupo seleto que compõe 6% da população mundial.
Você consegue ver? Mais de 285 milhões de pessoas no mundo tem problema de cegueira em algum nível. Cerca de 39 milhões são totalmente cegas e 246 milhões tem problemas moderados ou severos de visão. A Índia é o país que mais possui pessoas com problemas oculares devido a falta de oftalmologistas e oculistas no país.
Você tem seguro saúde? Aqui nos EUA, temos debatido os prós e contras do seguro de saúde proposto pelo presidente Obama. Você sabia que 1 bilhão de pessoas no mundo não tem acesso a nenhum Sistema de saúde, nem público, nem particular e seus filhos não tem direito a vacinação.
O rei Davi escreveu: “Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios” (Salmos 103,2). Ação de Graças não é algo opcional, sem ela nosso orgulho gruda em nós e o egoísmo nos consome. Ação de Graças é um importante exercício que alinha nossas atitudes e calibra nossos corações para pararmos de reclamar e nos lembremos quão abençoados somos e quem merece o real crédito por isso. Feliz dia de Ação de Graças!
 * Artigo escrito por J. Lee Grady ao Charisma Magazine e traduzido por Carla Stracke

Familiares e amigos fazem protesto em enterro de PM em Mesquita, RJ

Grupo também faz protesto do lado de fora de cemitério (Foto: Alba Valéria Mendonça / G1)
Emocionados, parentes e amigos do soldado da Polícia Militar Anderson Sena, morto na Avenida Brasil, em Guadalupe, no Subúrbio do Rio, na madrugada da última quarta-feira (26), fizeram um protesto no enterro do militar em Mesquita, na Baixada Fluminense, na manhã desta quinta (27).
Muitos usaram blusa branca pedindo “basta” para as mortes de PMs. Desde segunda (24) nove policiais foram baleados. “É preciso acabar com essa fábrica de marginais. Crianças de 10, 11 e 12 anos com fuzil na mão é inadmissível. Elas têm como ídolo o traficante. Temos que combater essa cultura com mais educação, mais empregos dignos e com pagamentos justos”, afirmou Luiz Carlos Leal Gomes, comandante do 41°BPM, onde Anderson era lotado.
De acordo com Gomes é preciso rever de política social do estado pois, por mais que os criminosos sejam presos, eles não diminuem nas ruas. Ainda segundo o comandante, é necessário bloquear as entradas de armas e drogas na fronteira, uma vez que o Rio não produz nem uma coisa, nem outra.
Durante o cortejo os amigos do soldado levavam uma faixa com críticas ao deputado estadual e presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Marcelo Freixo. Na faixa estava escrito "Marcelo Freixo, omisso, apague mais um RG". Outras faixas também cobravam a ação dos direitos humanos.
Procurado pelo G1, o deputado disse que a morte de um soldado como a morte de qualquer pessoa não pode ser banalizada. Ele também comentou os protestos durante o enterro do soldado Sena. " As faixas tristemente dão a ideia de que Direitos Humanos é uma coisa é polícia é outra. Ninguém pode achar que é banal a morte de ninguém. A polícia tem que se aproximar dos direitos humanos", disse.
Inconformada com a perda do filho, Ângela Sena Freire disse que é preciso tomar providências para que os policiais parem de morrer. “Ele só ia para a rua para ir trabalhar e reclamava sempre que tinha muita violência.
O principal medo dele eram os bandidos menores de idade, com os quais ele não poderia fazer nada e sempre tinha alguém dos direitos humanos para criticar a ação da polícia. Mas agora, quando acontece algo com um policial, ninguém faz nada”, criticou.
Freixo disse que a Comissão de Direitos Humanos da Alerj costuma procurar as famílias dos policiais mortos mas depende deles aceitar o encontro. " Vamos  procurar, é nossa obrigação", afirmou. Ele também disse que 70% dos policiais mortos no Rio ocorre quando eles estão fazendo "bico", trabalhando fora da hora de serviço.
O comandante geral da PM Íbis Pereira disse que desde quarta-feira está em contato direto como chefe de Polícia Civil Fernando Veloso e com o delegado Rivaldo Barbosa, da Divisão de Homicídios, para tentar identificar os assassinos dos dois policiais militares mortos estavam semana e apresentá-los à Justiça.
"O Rio tem a melhor Divisão de Homicídios do Brasil e já estamos investigando um suspeito com indícios muito fortes de ter praticado esse crime. Estou preocupado em reordenar a PM. Uma polícia mais moderna é também uma polícia mais eficaz", disse o comandante.
O coronel destacou também a importância do trabalho integrado entre as polícias. E lembrou que os números de mortes de civis e policiais mostra que vivemos uma "barbárie".
"Os números são alarmantes: 53 mil brasileiros por ano perdem a vida em homicidios, 490 policiais morremos por ano. Temos de trazer os números dessa barbárie para patamares mais civilizados.
Para o trabalho da polícia três medidas são fundamentais: integração entre as polícias, inteligência e, acima de tudo, respeito pela dignidade humana. A morte de PMs não pode ser considerada um coisa banal. Temos de nos indignar. A sociedade tem de se indignar" disse Íbis Pereira após o enterro do policial.
Ataque na Avenida Brasil
Anderson estava com outro policial dentro do carro quando foi baleado na cabeça. Bruno de Morais foi atingido no ombro e levado para o Hospital Albert Schweitzer, em Realengo. Depois do ataque, os criminosos fugiram, segundo a PM, para a Favela do Muquiço. Ninguém foi preso.

Fonte: G1

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Adesão ou Conversão? Eis a questão

Adesão ou Conversão? Eis a questão
Hoje em dia está na moda ser evangélico. Celebridades, apresentadores, cantores, jogadores, políticos, muitos se declaram evangélicos, cristãos. Não estamos aqui para julgar ninguém nem temos tal autoridade pra isso, mas cristianismo sem cruz não é cristianismo; cristianismo sem renúncia não é cristianismo; cristianismo sem Jesus pode ser tudo menos cristianismo.
Qual a diferença da adesão para a conversão?
Adesão: É quando não há compromisso algum nem com a comunidade [Igreja] nem tão pouco com Deus. É quando pessoas agem com religiosidade, frequentam apenas por sentirem bem no ambiente. É quando essas pessoas optam por serem evangélicas por gostarem da música gospel, por exemplo. É quando frequentam por interesse, é quando seguem apenas porque seus pais o obrigam. Em toda igreja há frequentadores, por conversão e adesão. Mas é notório o crescimento de denominações que erguem seus mega templos onde grande parte de seus frequentadores são motivados por interesses.
 “O testemunho de vida mostra de fato quem é convertido”
É fácil identificar essa moda da adesão, basta ver o testemunho de vida dessas pessoas. Adesão pode ser entendida por uma opção de escolhas motivadas por necessidades pessoais imediatas, ou ainda, por outros interesses de ordem material, psicológica, social, religiosa, familiar e etc. Enquanto que na análise da conversão o fator de experiência interna, crise de sentido, mudança radical e reorganização de valores estão presentes como categorias determinantes, a prática da adesão, por si mesma, não exige necessariamente, estas categorias. Assim, adesão é simplesmente uma escolha. Não há necessariamente, uma evidência de arrependimento, que leva à uma mudança comportamental.
Conversão: É quando há mudança de vida, é quando há uma vida de renúncia, é quando Jesus é o Senhor de sua vida. Conversão é quando se nasce de novo, (II Co 5.17) é quando os frutos são visíveis e há um bom testemunho. Conversão é quando se morre pra si mesmo, é quando Jesus é dono de tudo. Conversão é viver uma vida totalmente submissa e dependente de Deus. Conversão é viver o que se prega.
“A conversão implica em uma ruptura com a idolatria, com o pecado e com os cultos pagãos, ou seja, o abandono radical das raízes religiosas atuais e aceitação de uma nova verdade de fé que, por sua vez, conduz a um novo estilo de vida, envolvendo crenças, moral, ética e costumes. Nesta nova revelação, a fé e o cotidiano são inseparáveis. Ou seja, a conversão está diretamente associada à uma mudança de caráter, que determinará uma alteração no comportamento do indivíduo.
Paulo, um personagem bíblico que experimentou a conversão genuína, confirma esta mudança radical: “Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas” (II Co 5.17). A conversão bíblica é algo muito profundo. Trata-se de uma experiência que vai muito além de uma simples escolha motivada por necessidade ou identificação.
É um ato de fé, uma decisão dirigida pelo Espírito Santo, marcada pelo abandono do pecado e, consequentemente, pela transformação de vida. Não é uma experiência exterior, mas interior, gerada de dentro para fora, motivada por uma única coisa: arrependimento.”
Para reflexão:  Conversão ou Adesão? O que você tem vivido?
SEID- Seminário Evangélico da Igreja de Deus- Verdadeira Conversão Oliveira (2004, p. 203), Brown (Ibidem, p. 417)
Deus te abençoe ricamente
Pb. Josiel Dias

Esposa mata PM e comete suicídio, em Juazeiro do Norte

A mulher deixou uma carta com pedidos de desculpas, falando da filha e dando algumas instruções à família

Um crime passional foi registrado na madrugada desta quarta-feira, 26, em Juazeiro do Norte. A enfermeira Maria Janaína Nonato dos Santos Moreira, 32, matou o marido, policial militar, José Ivan Gonçalves Moreira, 40. Após o crime, a mulher cometeu suicídio.
Os dois foram encontrados instantes depois, no quarto do casal, no bairro José Geraldo da Cruz. No momento do crime, a filha de 11 anos estava em casa.
De acordo com a Delegacia Regional de Juazeiro, após matar o marido, Janaína ligou para a irmã informando o acontecido e pedindo perdão.
O crime teria sido motivado por ciúmes, depois de Janaína encontrar um bilhete escrito para o marido. A família contou à Polícia que os dois passavam por um momento difícil na relação, mas as razões da tragédia ainda estão sendo investigadas.
A mulher deixou uma carta onde pede desculpas e fala da filha. No local, foram apreendidos um caderno, um bilhete, celulares e a arma do policial, usada no crime.
Os corpos estão passando por perícia no Instituto Médico Legal (IML) de Juazeiro e a Polícia investiga mais informações.
Redação O POVO Online

Nem heresia e nem pecados morais. “O problema da Igreja Brasileira é a falta de fervor espiritual”, disse Hernandes Dias Lopes.

Nem heresia e nem pecados morais. “O problema da Igreja Brasileira é a falta de fervor espiritual”, disse Hernandes Dias Lopes.

No Programa Verdade e Vida deste Domingo, aliás um dos poucos programas evangélicos na grande mídia brasileira que ainda pregam a Palavra de Deus, Hernandes Dias Lopes, escritor e pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil, afirmou que o grande problema da Igreja Brasileira não são as heresias, a falta de ortodoxia ou os escândalos morais, mas sim a falta de fervor espiritual.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Comparando a Igreja Brasileira a uma das 7 igrejas da Ásia, a igreja de Laodiceia, Rev. Hernandes disse que a Igreja Brasileira vive um momento imerso no secularismo, na falta de santificação e do fervor missionário.
Ainda no programa citou o texto de Apocalipse 3, onde se lê a descrição da Igreja de Laodiceia, segundo ele, a Igreja Brasileira de nossos dias:
Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. E ao anjo da igreja de Laodiceia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente!
Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.
Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas.
Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te.
Tendo viajado mais de 1000 igrejas de diferentes denominações em nossa nação, percebeu que a apatia e a falta de fervor e de oração tem nos transformado. Disse ainda que hoje já não há diferença entre as “festas dos crentes e das festas dos ímpios, que quando o cristão sai do culto, está mais interessado em saber o resultado do jogo pois as coisas de Deus já não o encantam mais”.  Disse ainda que um cristão hoje faz “qualquer tipo de falcatrua e que a igreja está apática…falta amor”.
Antes de orar, Rev. Hernandes deixou um pensamento para seus telespectadores:
“Uma família, uma igreja sem fervor, espiritualmente produz sofrimento no filho de Deus… A Igreja que está muito satisfeita consigo mesmo, que se orgulha de não aceitar heresia ou de sua prosperidade, precisa aquecer seu coração, a fim de que não se manifeste a vergonha da sua nudez”.

Por unanimidade, Assembleia Legislativa da Bahia aprova pensão vitalícia para ex-governadores baianos

Por unanimidade, assembleia aprova pensão vitalícia para ex-governadores baianos
Os deputados estaduais baianos aprovaram, por unanimidade, uma emenda que estabelece que todo ex-governador do Estado que tenha ficado quatro anos consecutivos ou cinco intercalados terá direito a pensão vitalícia no mesmo valor da remuneração que recebia durante o mandato. 

Com a decisão, o atual governador Jaques Wagner (PT) – que deixa o cargo em 2015 – continuará a ganhar, mensalmente, R$ 19,3 mil. O artigo 104-A foi votado após Bruno Reis (PRP) assinar a dispensa de formalidade pela oposição. Durante a discussão do texto, o deputado Carlos Geilson (PTN) alfinetou os parlamentares da situação ao sugerir: “É a aposentadoria de Wagner, vamos traduzir”. Contudo, o presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo (PDT) alegou que, como o benefício é retroativo, os ex-governadores como César Borges (sem partido) e Paulo Souto (DEM) também receberão pensão vitalícia. 

O deputado Euclides Fernandes (PDT) chegou a questionar se um parlamentar poderia propor um projeto que gerasse despesas para o Estado, mas Nilo argumentou que por se tratar de uma emenda, não de um Projeto de Lei, não haveria o que se questionar. “É soberana”, definiu. 

O líder da oposição na Assembleia, Carlos Gaban (DEM), defendeu o texto ao avaliar que “o momento é inoportuno, mas a causa é nobre” e sugeriu que os deputados eleitos para 2015 criem um projeto que garanta a segurança de ex-gestores do Executivo Estadual a ser fornecida pelo Estado. Segundo a emenda aprovada nesta terça, caso o ex-governador beneficiado morra, sua esposa passa a receber o valor conforme determina a constituição.
Fonte: Verdinho

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Adeptos da Teologia da Prosperidade e Neo Pentecostais são os que MENOS “fazem” Missões.

1461619_428839070550601_788980027_n (300x168)
Não existem estatísticas propriamente formuladas, ainda. Mas numa breve conversa com dirigentes de agências missionárias denominacionais ou inter denominacionais percebe-se que a tradição de preparo, envio e sustento do missionário transcultural no campo, continua pertencendo em sua grande maioria às igrejas de tradição histórica. Até mesmo numa simples conversa entre os obreiros, seja em congressos ou encontros, constata-se que a minoria recebe recursos de igrejas neo pentecostais ou as que são adeptas da Teologia da Prosperidade.  Isto não acontece só no Brasil. Na América do Norte e na Coréia do Sul, os que ainda mais enviam recursos e missionários pelo mundo, continuam sendo os de tradição histórica – entre eles, os Presbiterianos e Batistas.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Bilhões todos os anos
Se juntássemos as fortunas pessoais dos maiores ministérios midiáticos do Brasil, (fortuna esta que já foi catalogada até pela respeitada Revista Forbes), perceberíamos o tamanho do poder econômico que hoje representa a grande maioria dos evangélicos em nossa nação. Lembre-se de que as fortunas feitas em nome destes ministérios (e em Nome de Deus) consistem em “ofertas, dízimos, trízimos, “quadrízimos”, campanhas, venda de sabonetes ungidos, arrudas, sal grosso e sal fino, sócios mantenedores, sócios “evangelizadores”, meias, fronhas ungidas e óleo de cozinha reciclado (o tal óleo santo). Na verdade, o produto varia de acordo com a criatividade e o desespero dos “pastores” para cumprir metas de arrecadação. Já as finalidades desta arrecadação são quase as mesmas: Mansões em Miami, empresas multimilionárias, carros importados e blindados, seguranças, jatos particulares, propriedades rurais, milhares de cabeça de gado e as eternas dívidas dos canais de comunicação (entre estes até aqueles de “entretenimento Gospel). Em muitos casos, aluguéis de “templos” e salários de “pastores” vivem em constante atraso. Hoje, muitos destes  ex “pastores” enchem a internet com relatos de abuso emocional e ganância dos seus líderes.
Abrir célula é fazer missões?
Há alguns anos atrás, um pastor me disse: Não invisto no trabalho entre muçulmanos pois não existe retorno. E realmente o retorno que ele procurava não existia mesmo. O maior bem que procede do fruto do trabalho do campo transcultural são as vidas, mesmo que sejam uma só. Porém, para entender isto, é necessário ter o coração de Deus. O que hoje não se vê muito por aí.  Como este pastor, existem muitos que resumem sua atuação missionária na abertura de  células em cidades ou bairros diferentes. Outros, que não concordam com a visão celular, mantém sua prioridade na construção do templo e no crescimento do ministério local. Destes, poucos são os envolvidos com projetos de alcance através de obras sociais. Estas igrejas, em geral, ainda tem muito “preconceito” e preguiça para se envolver com os necessitados.
Missionárias ou pastoras?
Em muitas igrejas de tradição pentecostal, não existe um lugar definido para a mulher na liderança. Muitas que se consideram pastoras, são chamadas de “missionárias”, mesmo que nunca tenham sido enviadas para um lugar não alcançado desenvolver uma estratégia de alcance evangelístico  ou que não possuam o chamado missionário. Na verdade, são “pregadoras fogo puro”, cuja mensagem resume-se as campanhas de libertação, cura e vitória e muitas vezes “muita gritaria”. Mas há quem goste. De fato, muitas delas possuem meu respeito, pois tem um chamado ministerial genuíno apesar de enfrentarem dificuldades para definir seu espaço de trabalho. Umas são intercessoras, outras possuem dons de misericórdia e mesmo sem apoio formal da igreja, sobem ladeiras e favelas (como eu também já fiz muitas vezes no Rio de Janeiro) e enfrentam dificuldades para levar a Palavra de Deus.
A missão transcultural
O missionário é aquele que recebe uma missão, é preparado, enviado e capacitado para cumprir uma gloriosa missão nos confins da terra. Não é uma tarefa fácil e exige um grande investimento. Eu mesma, para chegar ao Oriente precisei me preparar durante 7 anos (para o aprendizado de línguas, capacitação teológica e missiológica). Missionários que trabalham com tradução de Bíblia entre os indígenas por exemplo, gastam muito mais tempo do que eu. Muitos cursam o mestrado, doutorado em línguas bíblicas além da formação linguística necessária para realizar esta maravilhosa e demorada tarefa. Mas para líderes que anseiam pelo crescimento (financeiro), aqui & agora,  estas coisas não interessam.
Teologia da Prosperidade X Missões
A relação entre a teologia da prosperidade e a obra missionária transcultural é quase nula. Ela quase não existe. Tais igrejas continuam investindo milhões e milhões anualmente no seu bem estar. E para outras, obras sociais existem apenas para limpar consciência (quando não para lavar dinheiro). Geralmente, conferências missionárias são eventos de cura e libertação, de pregações de prosperidade onde nada se ouve sobre a Missão. Há ainda aqueles que fazem uma viagem ao exterior (nem vou comentar sobre os hotéis e programas) e já se autodenominam missionários. Na verdade, para estas igrejas há muita confusão pelo que entendem ser a atividade missionária. Mas calma, pois é certo que não podemos generalizar. Há aquelas que adotam e sustentam fielmente projetos missionários. Estas, porém, não representam a grande maioria.
Missionários cheios do Espírito Santo
Eu pertenço a uma denominação que é em si histórica, mas que recebeu na década de 60 o chamado movimento de renovação do Espiritual. Cremos nos dons do Espírito e na sua manifestação. No entanto, percebo que no campo missionário esta divisão denominacional é quase imperceptível. No campo (pelo menos no meu caso no Oriente Médio), temos o grande privilégio de trabalhar com diferentes denominações que não estão preocupados em defender “Calvino ou Armínio”. Na verdade, quando nos reunimos, oramos, clamamos, choramos e não temos tempo para pensar nestas “calouradas”. Foi assim que o Senhor nos sustentou e nos abençoou durante tantos anos. Mas aqui no Brasil, enquanto a igreja cresce, a divisão aumenta.
Os Pentecostais e a Missão
Algumas das maiores denominações pentecostais hoje possuem secretarias de Missão e um número considerável de missionários no campo. Todavia, ainda é um número pouco expressivo se comparado com a quantidade de templos, investimentos e especialmente de pessoas em seu rol de membros. A porcentagem assusta. Isto não quer dizer, contudo, que não existam esforços.
Brasil: Celeiro de Missões adormecido ou ganancioso?
É preciso lembrar de que o Brasil já foi considerando um potencial missionário, o futuro celeiro de missões para o mundo. E isto, por diferentes razões. É com pesar que informo que isto não parece se tornar realidade, pelo menos não na minha geração. E para isto mudar, muita esforço será necessário.
Para mim a Igreja caminha para cumprir um caminho profético descrito nas escrituras, onde o amor de muitos se esfria a cada dia e a apostasia se instala em suas diferentes formas. Mesmo assim, alguns se levantarão para continuar cumprindo o Ide do Senhor entre todas (e sem exceção) nações da terra.

Por

Comoção marca sepultamento de policial em Feira

O sepultamento do policial militar Ronaldo Pinho Almeida, 44 anos, morto durante uma tentativa de assalto a uma casa lotérica na cidade de Santo Estêvão (a 157 km de Salvador) na tarde de segunda-feira, 24, foi marcado pela comoção.
Centenas de colegas de farda e familiares compareceram nesta terça, 25, ao velório numa das capelas do Hospital Dom Pedro. O enterro foi no Cemitério Jardim Celestial.
O policial foi morto no momento em que se encontrava à paisana na casa lotérica, mas foi reconhecido por um dos assaltantes, segundo a polícia.  Ronaldo foi alvejado com um tiro nas costas, que saiu pela virilha.
"Ele chegou ao local quando o assalto estava ocorrendo. Um dos assaltantes o reconheceu. Avisado pelo parceiro, o comparsa que estava do lado externo da lotérica atirou no policial", informou o delegado Euvaldo Costa, titular da delegacia local.
De acordo com a polícia, a tentativa de assalto foi praticada por quatro homens  em duas motocicletas. Dois  entraram no estabelecimento, enquanto os outros ficaram do lado de fora.
Há informações ainda não confirmadas de que o PM teria conseguido alvejar um dos assaltantes. "Tentamos confirmar esse dado, embora já tenhamos informações de que o policial não costumava andar armado fora de serviço", disse o delegado, acrescentando que investiga o envolvimento no crime de um homem baleado que deu entrada no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) na tarde de segunda.
Reação
O PM Ronaldo Pinho era bastante conhecido em Feira de Santana, onde residia.  Ele entrou na PM como reservista em 1992 e trabalhou alguns anos em Feira de Santana, antes de ser  transferido para Itatim, onde ficou até 2010.
Atualmente, estava lotado no 57º BPM em Santo Estêvão. Ele foi promovido a cabo há cerca de 15 dias. A versão não confirmada pela polícia de que o  policial teria tentado reagir ao assalto, quando foi baleado, revoltou os colegas.
"Ele era  pessoa do bem, não tinha maldade. Tenho certeza de que, se ele tivesse percebido a ação, pediria reforço. Fizeram isso por maldade mesmo", afirmou o policial José Maria Lima. "Se ele tivesse matado o bandido, teria que responder na Corregedoria. Os que mataram ele estão livres", desabafou outro PM. Ronaldo deixa mulher e filhos.

Fonte: A Tarde

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Evangelhos da TV. Suas confusões, desvios e objetivos!

Evangelhos da TV. Suas confusões, desvios e objetivos!

Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade; Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda (Fp 1.15,18).
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Sinceramente, o que temos assistido na maioria das vezes como produções de igreja evangélica na televisão não são programações que parecem se dedicar em levar a mensagem de salvação aos perdidos (como objetivo maior); ou de proporcionar instrução e edificação aos crentes. As mensagens anunciadas quase sempre estão carregadas de apelos ao proselitismo denominacional, incentivos a sectarização religiosa e absolutamente ao que parece ser o principal motivo de evangélicos na TV: pedir ofertas, oferecer carnês de contribuições mensais e vender bençãos objetizadas com o discurso de captar volumosos recursos financeiros para inúmeros outros projetos da dita igreja mantenedora da atração televisionada.
Pode até parecer incoerência, mas os programas religiosos na TV que são menos apelativos e mais consistentes no que se propuseram a passar quanto à suas crenças, sem levantar críticas; são de grupos que consideramos como seitas heréticas ou desviados do Evangelho de Cristo. Nisso, eles são muito mais eficientes e razoáveis que a gente.
Quais são os evangelhos pregados na TV?
Não há dúvidas de que se as igrejas souberem se utilizar dos meios de comunicação para anunciarem a Palavra de Deus e visando o reino de Deus (e não os interesses próprios), conforme determinou Jesus, cumprirão a grande comissão em menos tempo (2 Co 10.16; Mc 16.15; Mt 28.18-20). Só existe um evangelho de Jesus Cristo, mas na TV existem variantes, derivações, extrapolações e até heresias (Gl 1.6-9). Os mais populares tele evangelistas através de seus programas de cobertura nacional, têm de modo geral apresentado um “evangelho de auto-ajuda”, carregado de confissão positiva e acentuado pelas vantagens de uma vida cristã adepta da teologia da prosperidade. Esse não é o Evangelho de Cristo (2 Co 11.4), que deixa claro aos seus seguidores que antes da coroa de vencedores que os abnegados crentes em Jesus receberão na glória, haverá uma cruz a ser carregada todos os dias, com muita renúncia e provações (Mt 16.24).
Existe um triunfalismo absoluto notado nessas pregações televisivas que não é bíblico em sua natureza, não é cristão na experiência que propõe aos outros e não se preocupa em resolver o maior problema do pecador – sua condição de perdido e sem a vida eterna. Não se fala de pecado e de arrependimento como enfocados pela Palavra de Deus (Mt 4.17; Mc 1.15; At 3.19) – se fala de contribuições que resolvem tudo. Não se prega o céu (para alguns desses pregadores até parece que o porvir glorioso dos salvos nem existe mais) e não se revela a eternidade em suas duas únicas realidades: vida ou morte eternas (Jo 3.15; Jo 6.47; Rm 6.23), ao invés disso, se anuncia riquezas, sucesso, prazeres, regalos e todas as vantagens deste tempo presente – o destino eterno é ignorado!
Quais são as semelhanças dos evangelhos da TV?
As similaridades mais comuns nestes evangelhos da TV são: exclusivismo denominacional e a veneração a personalidade dos líderes que através de suas igrejas bancam os programas no ar. As mensagens defendem e promovem igrejas geralmente sectárias e que se auto proclamam como o único lugar da benção ou de solução definitiva dos problemas que afligem os telespectadores. Existe um cultivo (é claro que não admitido) misturado à programação que endeusa bispos, diviniza apóstolos e dão super poderes a pastores. Existe uma ramificada idolatria que passa pelos altares de algumas denominações ao deturparem o sentido bíblico da função dos dons espirituais de poder no contexto da evangelização e que verticalizam por demais a função do ministro do Evangelho, colocando-o como um semi-deus disfarçadamente cultuado entre seus adeptos. Esse singularismo ministerial é um laço para seguidores e um problema para o portador.
A principal distorção que os evangelhos da TV espalham.
Os evangelhos da TV, em sua maioria tem promovido o mercantilismo da fé; e quase todos fazem negócio sobre a fé alheia (2 Pe 2.3). A mensagem é sintetizada assim: você dá (contribui financeiramente) e Deus te dá o dobro. Para uns, as boas novas da TV iludem os homens desesperados do século XXI, com suas promessas de sucesso, triunfos sobre doenças e problemas, sua criação e destruição de inimigos, suas revelações sobre maldições e suas recriações de bênçãos que restauram tudo. Para outros, os evangelhos da TV são grandes pedras de tropeços para a verdadeira igreja evangelizar; são motivos de escândalos e resistências para aqueles que atestam que as igrejas evangélicas foram criadas, apenas para arrancar dinheiro de pessoas incautas.
Todos os evangelistas da TV estão pregando distorções da Palavra de Deus?
Existem evangelistas sinceros na televisão (a maioria em programas locais), que primam pelo anúncio das boas novas aos pecadores (Sl 126.6; Rm 10.15), que zelam pelo anúncio sadio do Evangelho de Cristo. Por esses glorifico a Deus e abro esta exceção na exposição que fiz. O problema é que programa em TV custa caro e quase sempre igrejas não têm recursos para bancar essa frente por muito tempo, e daí se tem duas alternativas:
1) Comprometer boa parte do tempo contratado para a venda de anúncios para levantar recursos e manter o programa (e ficará evidente a presença comercial no espaço); ou,
2) Apelar para a venda das indulgências modernas e se cria por isso, um mecanismo de arrecadação de contribuições  (e aqui ficará evidente o mercado da fé). É claro que a primeira opção é a honesta e coerente.
Mesmo assim, há alguma penetração da Palavra na vida de alguns que assistem essas pregações distorcidas na televisão, e mesmo entendendo essa possibilidade; não podemos aceitar esses desvios como normais e aceitáveis pela igreja de Cristo, e como Paulo fez (Gl 2.11-14), devemos combater contra esse comportamento doutrinário e público dos tele evangelistas em seus programas.

'Abuso de poder, muita prepotência', diz Eliana Calmon sobre "juiz deus"

'Abuso de poder, muita prepotência', diz Eliana Calmon sobre juiz Deus
Eliana Calmon, ex-ministra do Supremo Tribunal de Justiça, comentou em entrevista ao Jonal A Tarde, sobre o caso de João Carlos de Souza Correa, juiz que processou uma servidora carioca por dizer que ele não era Deus. De acordo com a jurista, a Corregedoria já apresentava denúncias contra o juiz: “Quando cheguei à Corregedoria já encontrei uma denúncia contra ele que foi o estopim de tudo, exatamente o fato dele estar dirigindo sem carteira de motorista, o carro sem placa, o que deu origem a busca e apreensão do veículo e que levou essa moça a ser condenada”. Segundo Eliana, depois do episódio do processo contra Luciana Tamburini, agente de trânsito, várias pessoas começaram a encaminhar queixas contra o juiz na Corregedoria, “as novas denúncias foram todas apuradas por mim”, revelou a jurista. De acordo com Eliana Calmon, Corrêa não pagava a frutaria, a conta na delicatessen na cidade de Angra, no Rio de Janeiro, não pagava o hotel em que morava, e ainda havia denúncias de envolvimento dele com questões da terra “mas isso aí não chegamos a ter provas concretas”, contou a ex-ministra. Eliana ainda declarou que o juiz Deus é “muito arrogante”: “chegava muita coisa contra ele e eu pensava, ‘não é possível que aquilo tudo seja mentira’”. A ex-ministra também classificou a atitude do magistrado como abuso de poder e prepotência, e afirmou que o juiz carrega várias denúncias de corrupção na área de cartórios. 
Fonte: Bahia Notícias

Cabo da PM é morto em assalto à lotérica no município de Santo Estevão

Um cabo da Polícia Militar (PM), identificado como, Ronaldo Pinho de Almeida, de 44 anos foi morto por disparos de arma de fogo durante um assalto a uma lotérica no município de Santo Estevão, no Centro Norte Baiano, na tarde desta segunda-feira (24).

De acordo com informações da polícia, quatro assaltantes a bordo de duas motocicletas reconheceram o militar, conhecido também na cidade como cabo Pinho, que estava dentro do estabelecimento realizando uma aposta e dispararam acertando costas e na virilha da vítima. Ele foi socorrido para hospital da cidade de Feira de Santana, mas não resistiu e morreu.

Promovido há pouco mais de quatro meses cabo Pinho trabalhou até 2010, no município de Itatim, também no Centro Norte Baiano. Os quatro bandidos fugiram depois de balear o policial. Os mesmos ainda não foram identificados. Segundo a polícia, nenhuma quantia foi roubada e nenhuma outra pessoa ficou ferida.


Fonte: Bocão News

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

O que você faz quando suas orações não são respondidas?

O que você faz quando suas orações não são respondidas?
Uma das minhas maiores lutas é uma oração não respondida. Talvez você saiba do que estou falando.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Você pede a Deus que tire um amigo seu de um vício, pede a Deus que salve seu ente querido, que cure uma criança doente, que restaure um relacionamento etc. Acreditamos que todas estas coisas devem ser a vontade de Deus. Mas então o que você faz quando você ora por anos e não recebe nenhuma resposta Dele e não vê nenhum resultado?
Você fica falando pra Deus que Ele é poderoso, que seu pedido é algo bom etc… Então você suplica, jejua, você espera, só que com o tempo você começa a duvidar (talvez Ele não ouça minhas orações ou talvez Ele não seja tão poderoso no fim das contas). Aí você desiste de pedir – por dias ou meses. Só que você se sente culpado por duvidar e lembra-se de que Deus quer que você leve suas necessidades a Ele e novamente lhe fala sobre seus pedidos.
Parece difícil tudo isso, não é verdade? Ou será que nós é que não confiamos o bastante?
Talvez você e eu podemos nos sentir como aquela viúva persistente na parábola de Jesus registrada no livro de Lucas 18. Ela continua voltando ao juiz, incomodando-o e tentando cansá-lo para que ele ceda e atenda seu pedido. Mas nós sabemos que Deus é muito mais gentil e poderoso de que o juiz da parábola e Ele jamais se cansa de ouvir a nossa voz. Por isso Jesus começou dizendo que devemos “orar sempre e nunca esmorecer” (v.1)
Portanto continue pedindo a Deus pois Ele está te ouvindo. Deus só dá o fruto quando está maduro senão perderemos a bênção. Devemos entender que o atraso não é uma resposta negativa, mas sim o cuidado de um Pai que não quer que nenhum dos seus filhos se percam. Deus sabe de todos os seus pedidos como está escrito em Daniel 10:10 – “Então o Senhor me disse: Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras.”
Se seu pedido não foi atendido, simplesmente continue orando e descanse em Deus porque Ele sabe a hora certa e a resposta certa para te dar!

Coronel da PM é vítima de assalto e bandido é baleado na Pituba

Um homem ainda sem identificação, aparentando 20 anos, foi baleado na noite desta quinta-feira (20), após tentar roubar um coronel da Polícia Militar no bairro da Pituba, em Salvador. De acordo com informações da polícia, o fato ocorreu na avenida Manoel Dias da Silva, quando dois homens em uma moto tentaram roubar uma viatura despadronizada, sendo que o oficial estava acompanhado de um soldado que reagiu e acabou sendo baleado na mão.  
 
O policial ainda conseguiu efetuar disparos de arma de fogo e atingiu um dos bandidos. Ainda segundo a PM, o baleado fugiu e entrou em um ônibus da empresa São Cristovão, número de ordem 7161. Nas proximidades do shopping Bela Vista, uma viatura da PM deu socorro e conduziu o bandido ao hospital Geral do Estado (HGE).
 
Segundo informações de policiais, o coronel foi salvo pelo soldado que o acompanhava. O policial passa bem.
 
Fonte: Bocão News

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Resposta aos desigrejados. Porque não frequentar os templos?

Resposta aos desigrejados. Porque não frequentar os templos?
Recentemente publiquei nesta coluna, um artigo sobre os desigrejados. E distorções foram feitas sobre o que publicamos, e é por tal razão que retorno na abordagem da questão. É impressionante como algumas pessoas NÃO ENTENDERAM O QUE LERAM e como tiveram facilidade de desvirtuarem uma posição inteira, rebatendo com argumentações extra-bíblicas e suposições insustentáveis do ponto de vista teológico. Para que não fique dúvidas quanto a aplicação do termo “igreja” nesta argumentação; é tratado aqui apenas como alusão ao local onde nos reunimos para cultuarmos coletivamente, ou seja, refiro-me especificamente ao templo.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel O dito artigo, que alguns o tiveram por polêmico (você o poderá ler aqui); não combate os motivos das pessoas de desligarem-se da “igreja-convencional – combate o comportamento que tende a generalizar-se”; não ignora a verdade bíblica da assembleia universal de Cristo ser composta pelos crentes, que são os verdadeiros templos do Espírito; não nega que boa parte desse “sistema cristão” está corrompido e longe da Palavra de Deus; não classifica como desviados ou excluídos do céu aqueles que na condição de desigrejados se encontram. Reitero que propusemos pela idéia central do texto, o combate à essa celeuma anti-congregacional, anti-templo, anti-pastores como a generalização de verdade comportamental para o cristão de nossos dias.  
Afirmo que Jesus jamais incentivou ou deixou exemplos para o desigrejismo, muito pelo contrário. Ele combateu o sistema hipócrita sem deixar de frequentar e valorizar a sinceridade proposta pelo templo – essa forma de Jesus lidar com o “sistema” não se encaixa no conceito dos desigrejados – o de não se filiar ou não frequentar uma igreja organizada. Se ir a um templo para adorar e louvar a Deus fosse tão pernicioso aos discípulos de Jesus, o próprio Cristo teria se comportado de modo diferente do que foi registrado nos Evangelhos. Jesus foi praticante exemplar dos ensinos de Moisés segundo a Bíblia e cumpriu toda a Lei. Por isso, se circuncidou, participava das festas religiosas anuais da nação israelita e era presente nas reuniões solenes do templo. Sempre que estava em Jerusalém, o mestre salvador frequentava-o. O Novo Testamento existe por conta da vida, ensinos, milagres e exemplos de JESUS CRISTO com foco em nossa evangelização e discipulado; e como referência maior para a vida cristã, como se comportou Cristo em relação a frequência ao templo?
Como lidou o Salvador Ungido contra os escândalos que envolvia a religião monoteísta de seus pais? Vejamos: Ele combateu os mercenários do templo (sem jamais através dessa constatação ensinar ou promover o afastamento dos adoradores do templo, como tentam se justificar, hoje, os desigrejados). Porque não fundou Jesus um novo templo? Porque já tinha o da religião de seus pais! E amigos, em relação ao Messias da plenitude dos tempos, o judaísmo estava em total desarmonia; e mesmo assim Jesus frequentava uma das representações religiosas mais expressivas daquele sistema: o templo. Nem por tal desacordo, Ele abandonou a frequência ao templo – o mestre sabia que o problema estava no coração e na mente das pessoas e não naquela construção que fora embeleza por Herodes o Grande. Desta forma, Jesus em sua realidade terrena e na faceta humana de sua pessoa encarnada, foi absolutamente pró-reuniões no templo, apesar dos pesares de sua época!
Vejamos os hábitos de congregar no templo de Cristo e seus apóstolos e até dos crentes primitivos:
E Pedro e João subiam juntos ao templo à hora da oração, a nona.Atos 3:1
Ide e apresentai-vos no templo, e dizei ao povo todas as palavras desta vida. Atos 5:20
E aconteceu que, tornando eu (Paulo) para Jerusalém, quando orava no templo, fui arrebatado para fora de mim. Atos 22:17
E foram ter com ele (Jesus) no templo cegos e coxos, e curou-os. Mateus 21:14
E todo o povo ia ter com ele (Jesus) ao templo, de manhã cedo, para o ouvir.Lucas 21:38
O qual, vendo a Pedro e a João que iam entrando no templo, pediu que lhe dessem uma esmola. Atos 3:3
Mas, no meio da festa subiu Jesus ao templo, e ensinava. João 7:14
E aconteceu que, passados três dias, o acharam (Jesus) no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os, e interrogando-os. Lucas 2:46
E todos os dias, (os discípulos, a igreja primitiva) no templo e nas casas, não cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus Cristo. Atos 5:42
E entrou Jesus no templo de Deus, e expulsou todos os que vendiam e compravam no templo, e derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas; Mateus 21:12
Mas ele, em sua defesa, disse: Eu (Paulo) não pequei em coisa alguma contra a lei dos judeus, nem contra o templo, nem contra César. Atos 25:8
E de dia (Jesus) ensinava no templo, e à noite, saindo, ficava no monte chamado das Oliveiras. Lucas 21:37
E pela manhã cedo tornou para o templo, e todo o povo vinha ter com ele (Jesus), e, assentando-se, os ensinava. João 8:2
E, falando Jesus, dizia, ensinando no templo: Como dizem os escribas que o Cristo é filho de Davi? Marcos 12:35
E pelo Espírito foi ao templo e, quando os pais trouxeram o menino Jesus, para com ele procederem segundo o uso da lei, Lucas 2:27
E tornaram a Jerusalém, e, andando ele (Jesus) pelo templo, os principais dos sacerdotes, e os escribas, e os anciãos, se aproximaram dele. Marcos 11:27
Querido se você quiser ficar em sua casa, com sua família e com alguns amigos e se entenderem que essa é a forma bíblica de igreja, que assim o seja! Só não se esqueçam que no fim, a prática de vocês será a mesma que a de uma igreja convencional. Alguém terá que ceder um local para as reuniões, terão que cumprir horários, alguém terá que cantar, pregar, ensinar e representar o grupo – e isso não será outra coisa senão congregar num ajuntamento informalmente organizado ainda que sem templo, faltando a este, apenas a constituição e legalidade jurídica! Então, porque não fazê-lo numa igreja séria e sadia? Ao menos lá a estrutura congregacional será melhor para todos.
Outros alegam motivos como: escândalos, teologia da prosperidade, pastores gananciosos e pecados aturados como motivos para o desigrejismo. Precisamos ler mais a Bíblia e meditá-la para percebermos que sempre existiu jóio em meio ao trigo na sega do Senhor. Há sempre um Judas no quadro da direção e nas tesourarias, um Demas que vende-se ao mundo com o Evangelho nos lábios e debaixo do braço, um Simão que deseja mercadejar os dons de Deus para com isso se promover e enriquecer-se. Mas esses não podem nos privar da comunhão dos santos – de congregarmos numa igreja biblicamente fundamentada na Palavra, legalmente constituída e formalmente representada do ponto de vista eclesiástico.
Bom, a essa altura acredito que não restam mais dúvidas, que o problema não é o templo, a construção de alvenaria e sim as pessoas; e nem dentro de casa, nem em grandes concentrações de massa estaremos livres de suas ações, polêmicas e problemas. E por isso, com todo amor digo: desigrejar-se não é uma solução para a igreja (crentes); se você quer restaurar o sentido da vida cristã segundo o N.T. para o “mundo cristão, protestante, evangelical e fundamentalista” de nossos dias, desenvolva-o dentro das igrejas organizadas, influencie-a com seu testemunho e não com essa postura doméstica de discípulo oculto.
Apresentem textos bíblicos que refutem o ato de congregar com outros irmãos que seriamente servem a Deus, ainda que identificados por princípios denominacionais.  Enquanto não o fizerem, não podemos aceitar como “comportamento normal” essa prática de igreja de cada um em todas as casas. A igreja tem cabeça, tem ministros, tem ordenanças, tem missão tarefa; e reflitam sinceramente: como vão resolver essas questões eclesiológicas explicitas no N.T?

Polícia Militar e APPI explicam detalhes do concurso de redação

Profissionais de comunicação dos mais diversos veículos de comunicação de Ilhéus participaram na manhã desta quinta-feira de uma entrevista coletiva para conhecer os detalhes do concurso de redação e desenho com o tema “”Ilhéus sem violência é bem melhor”, realizado pela 68ª Companhia Independente da Polícia Militar em Ilhéus (CIPM), a APPI-APLB/Sindicato, Delegacia Sindical Costa do Cacau, e a Direc-6. O concurso faz parte das ações coletivas de combate à violência nas escolas e o uso de drogas por parte de alunos. Durante o encontro o comandante do 68ª CIPM, Major Câmara, explicou que o concurso de redação e desenho faz parte da campanha de redução da violência intitulada “Estou em Paz”, que prevê palestras educativas nas unidades escolares, além de informações sobre como evitar ser vítima de assaltos. Também estão previstas orientações sobre a importância dos valores, destacando a importância da religião, o hábito de gentileza e honestidade, além de incentivar a solidariedade, a cidadania, a moral e a ética.

Projetos de lei que organizam PM e Bombeiros são aprovados pela Assembleia

Os projetos de lei que organizam a Polícia Militar da Bahia e o Corpo de Bombeiros foram aprovados na noite desta quarta-feira (19) pela Assembleia Legislativa.  A PL 20.980/14, que reestrutura a PM, teve votos contra da oposição, mas foi aprovada pela maioria dos votos. Já a que trata dos Bombeiros foi aprovada por unanimidade.
"Temos a certeza de que ela (a lei) veio para reestruturar e modernizar a nossa Polícia Militar. Teremos o avanço nas estruturas da Polícia Militar, onde levaremos condições de promoção aos nossos policiais", afirmou o comandante geral da PM, coronel Alfredo Castro, em nota divulgada pelo governo do estado.
Segundo o comandante, com a aprovação da Lei de Organização Básica da PM, mais cinco mil militares devem conseguir novos postos na PM ainda este ano. Ele afirmou também que serão criados dois departamentos para melhorar a prestação de serviços da PM - o de Promoção Social, para valorizar os policiais, e o de Polícia Comunitária, para fortalecer ações do Pacto Pela Vida e aproximar os PMs da comunidade.
A expectativa, diz Castro, é que sejam criados novos cargos, novas funções e novos postos e graduações na estrutura da PM. "Temos a previsão, já autorizada pelo Governo do Estado, de mais quatro mil cabos, três mil sargentos, 550 subtenentes, e sete vagas para coronéis – três decorrentes de reservas e quatro que chegarão em decorrência deste departamento  (de Promoção".
Há previsão de novas unidades da PM no interior da Bahia, como a de Policiamento Regional e Comando de Policiamento da Região da Chapada. Cinco colégios da PM e mais 19 companhias independentes da corporação também estão nos planos.
Bombeiros
A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 138/2014, que desvincula o Corpo de Bombeiros da estrutura da PMBA e o coloca ligado à Secretaria da Segurança Pública (SSP) já havia sido aprovada por unanimidade pela Alba, em junho deste ano. Agora, com a Lei 20.981/14, aprovada nesta quarta, a corporação tem a estrutura organizada.

O comandante de operações do Corpo de Bombeiros Militar, coronel José Nilton Nunes Filho, considerou um marco a aprovação da lei. "Com isso teremos a estrutura de um novo órgão para poder desempenhar todo o arcabouço de bombeiro, não só a sua estrutura, mas também a parte orçamentária, e podemos ter a oportunidade de criar novas unidades e de uma promoção no Corpo de Bombeiros Militar".

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Discípulos de Jesus ou Discípulos da “Igreja”? Faça o Teste!

Discípulos de Jesus ou Discípulos da “Igreja”? Faça o Teste!
Discípulos de Jesus são os que com Ele se identificam como Senhor, como Deus, como amigo e como Pai. Eles entendem que Jesus veio implantar um Reino que não é “deste mundo”. Eles são capazes de servir e se doar sem um desejo escondido por ganância e promoção. Os discípulos de Jesus não servem só quando o Pastor está olhando. Eles muitas vezes, o fazem em secreto. Mesmo quando são “injustiçados” não proclamam sua causa publicamente. Sabem perdoar mesmo quando a ofensa é grande. Não manipulam passagens bíblicas para sustentar seus desejos maquiavélicos de grandeza e vingança. Não invejam ministérios e nem difamam por falta de argumentos. Mesmo quando não concordam, sabem amar e separar o pessoal do social. Amam seus inimigos e não prometem retaliação. Discípulos de Jesus são a verdadeira Igreja que não conquistará a “política”, mas conquistará os corações. Esta igreja é  perseguida, da mesma forma como os fariseus “religiosos” fizeram com Jesus. Esta, não é a maioria e está presente dentro e fora da Igreja Institucionalizada.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Já os discípulos da “Igreja” são constantemente vistos em brigas e dissensões dentro das suas comunidades da fé. Seu discurso de santidade só serve para o outro, pois sua fala não condiz com o comportamento marcado por inveja e fofoca. Adoram aparecer e se preciso for irão usar táticas carnais para derrubar aqueles que estão no caminho da sua promoção. Usam o púlpito para indiretas e ofensas. Quando se levantam contra a Igreja de Jesus, geralmente não sucedem. Quando encontram pessoas de ponto de vista diferentes dos seus ou dos seus líderes, rotulam e dificilmente perdoam. Não sabem diferenciar a defesa do Evangelho do julgamento social. O discurso de ganância é muito atraente para estes, pois seu coração se identifica com tais sentimentos. Eles querem mais desta terra mesmo que sua oferta seja a base da ganância. Usam Deus e seus “princípios” para decretar falência, derrota bem como benção e maldição. Enquanto os líderes desta Igreja enriquecem, o povo se distancia do Evangelho de Jesus. Nesta Igreja os líderes são carismáticos, gananciosos e políticos (nem sempre politizados). Além disso, se auto declaram patriarcas, sacerdotes, apóstolos  e vice representantes de Jesus. Não sabem, contudo que este Jesus deles já se apartou. Estes prevalecerão até que se cumpra a Escritura e a apostasia cresça (dentro da Igreja).
Faça o teste e veja onde você se encaixa!

Celular "salva" PM baleado por doente mental



Um tenente da Polícia Militar identificado como Manoel João de Jesus, 33 anos, foi baleado enquanto prestava atendimento a um paciente com transtornos mentais no Hospital Especializado Mario Leal, no bairro de Brotas, na tarde desta quarta-feira, dia 19, em Salvador. Ele foi fazer os procedimentos legais quando um outro doente conseguiu por trâs, sacar sua arma e efetuou dois disparos contra o Oficial. Um tiro  pegou de raspão na perna e o outro entre o colete e o corpo vindo o feri-lo ao ser desviado pelo aparelho celular. O Tenente foi conduzido para o Enesto Simões onde foi atendido, medicado e liberado. O militar encontra-se de repouso na sua residência.


Fonte: Vermelhinho

terça-feira, 18 de novembro de 2014

A doce ilusão do mundo moderno

A doce ilusão do mundo moderno
Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?Marcos 8:36
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel
Infelizmente não é de agora que temos ouvido e visto jovens que foram criados por seus pais em uma igreja evangélica, mais que hoje estão afastados do caminho do Senhor por conta que se deixaram levar pela ilusão do mundo e suas paixões. Neste artigo vamos entender o motivo pela qual um jovem evangélico abre mão da sua salvação pelos prazeres do mundo.
A bíblia traz vários exemplos de jovens compromissados com Deus que tiveram tudo para abraçar o mundo de sua época e se tornar pessoas influentes, mas que escolheram agradar a Deus. Temos por  exemplo, o profeta Daniel, quando foi levado como escravo para a Babilônia para aprender a cultura e como viver no palácio do rei, alí ele poderia crescer e se destacar por ser o melhor e maior em tudo que fazia como um jovem comum, porém logo no início ele tomou uma decisão que mudou sua vida, não se contaminar com o sistema babilônico. (Dn 1:8) Escolha essa que Deus se agradou e lhe destacou dentre os outros jovens, dando- lhe a presença do “espirito dos deuses” Espirito Santo. O segredo de Daniel era a vida de oração que ele nutria todos os dias.
Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo.(Ec11:9)
A bíblia não vai lhe proibir de aproveitar a juventude, pelo contrário, ela vai te incentivar a usar sua juventude na obra do Senhor. (Ec 12:1) Cada escolha que você toma em sua vida Deus registra no livro da vida e chegará um dia que Ele vai pedir conta de cada uma delas.
Por esse motivo o inimigo vai jogar sujo para tentar de todas as formas o atrair ao pecado, é claro que de uma forma sutil que vai de encontro ao desejo da sua alma. Fama, sucesso, dinheiro, prazeres da carne, poder, etc. O jovem que tem o Espirito de Deus precisa está de olhos abertos nas ciladas que estão a cada instante sendo lançadas em seu caminho para lhe destruir e lhe afastar de Deus. Rogando sempre ao Pai graça e sabedoria do alto para driblar esses banquetes do rei desse século a fim de agradar aquele que o alistou, Deus.
Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra. II Timóteo 2:4
O filho pródigo passou por uma experiência amarga, pediu ao pai a sua parte na herança e foi literalmente conhecer o mundo. Permita-me conjecturar: Foi em baladas, conheceu mulheres, bebeu para ser igual aqueles outros jovens e finalmente usou droga pra viajar. Gostou do resultado mesmo sabendo que ali não era o seu lugar, voltou várias vezes por fim perdeu tudo o que tinha, agora já não tinha mais amigos, mulheres e nem dinheiro para gastar com bebida nem drogas. Estava no fundo do poço, então se lembrou do carinho do pai e como era bom viver ali naquela “velha” casa, tomou uma decisão: ‘’Voltarei para casa de meu pai’’. Pois entendeu que não adianta ganhar o “mundo” quando se perde a alma. O melhor lugar para se está é na casa do pai, pois ali jamais faltará amor, paz e por fim a vida eterna.

Mais uma Turma de Cabos da PM é formada pelo 15° Batalhão

Aconteceu na manhã desta terça (18) a segunda formatura de Cabos realizada pelo 15° Batalhão.
A solenidade foi no Auditório do ICEI (Instituto de Cultura Espírita de Itabuna) e foi presidida pelo Cel PM Reis (Comandante do CPRS). Ao todo 71 policiais de diversas unidades do interior da Bahia, receberam o diploma de Cabo da PMBA, após uma semana de curso no 15° Batalhão.
O auditório ficou lotado com a presença das autoridades locais, oficiais da PMBA de diversas unidades e dos familiares dos formandos. A Cerimônia contou com momentos de muita emoção, dentre eles podemos destacar o juramento executado pelos formandos, o recebimento dos diplomas e a canção Adeus CFAP, aonde os alunos fizeram a despedida e, ao mesmo tempo o telão mostrava as imagens dos mesmos durante o período do curso.

Em suas palavras o Cel Reis, Comandante do CPRS, ressaltou que: "nós esperamos que esse esforço do Comandante Geral e do governo do estado em promovê-los sirva como estímulo e incentivo para que eles, apesar de terem algum tempo de corporação, ainda consigam dar um pouco mais do seu tempo de carreira. Por isso, nós desejamos a todos muitas felicidades na carreira policial militar". Para o Ten Cel Ubiraci, Comandante do 15° Batalhão.

"Essa formatura além de ser um resgate necessário há tantos anos de serviços prestados pelos policiais, é um reconhecimento pelo valor profissional, pelo valor familiar que cada um tem para a polícia militar. É um avanço merecido e que todos fazem jus a esse sucesso. Eu desejo tudo de bom e que Deus, com seu manto sagrado, cubra os novos cabos nessa nova missão". O 15° Batalhão está também ministrando curso para Alunos Sargentos e, no mês de dezembro, será formada a 1ª turma de Sargentos da Unidade.
Solenidade de Culto à Bandeira
Os policiais do 15° Batalhão e do 4º Grupamento de Bombeiros, instituições públicas sediadas em Itabuna, participaram hoje (19) de uma Solenidade de Culto à Bandeira. O evento aconteceu pontualmente ao meio-dia e foi realizado na área cívica do 15° Batalhão, contando com a presença do Ten Cel PM Ubiraci Barbosa da Silva, comandante do 15° Batalhão e do Maj PM Rocha, sub comandante da Unidade, além de oficiais e praças do 15° Batalhão e do 4° Grupamento de Bombeiros. Durante a solenidade, foi feito o hasteamento da Bandeira Nacional e como Ordem do Dia, foi lida uma mensagem do Comandante Geral da PM alusiva ao evento. Em seguida, foi realizada a incineração das bandeiras inservíveis das duas unidades e das instituições públicas, pelo policial Aluno Sargento Josué, o mais antigo do curso de Sargentos que está sendo realizado no 15° Batalhão. Ao final, todos entoaram o Hino à Bandeira.
 
Fonte: Verdinho

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Julgar ou não julgar: o que a bíblia diz?

Julgar ou não julgar: o que a bíblia diz?

Em 1 Co 4.5 Paulo instruiu os coríntios dizendo, “nada julgueis antes de tempo”. Contudo na passagem de 1 Co 5.1-13, Paulo é contundentemente crítico em relação à igreja por falhar em julgar um irmão imoral. Paulo não está sendo incoerente. Um estudo das passagens sobre “julgar” nos ajuda a fazer distinções importantes. Em geral não devemos “julgar” no sentido de condenar os outros. Mas devemos “julgar” no sentido de avaliar.
Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel Em nossos relacionamentos a faceta condenatória de julgar não se trata apenas de taxação de opinião sobre situações ou pessoas. Existem fatores que corroboram para a formação correta ou incorreta de nossas avaliações. As causas são tão terríveis quanto as expressões e atos desequilibrados de condenação e excomungações que proferimos por meio de nossas decisões carregadas de parcialidades. Julgamentos infundados estão alicerçados sobre sentimentos ou ressentimentos, valores e expectativas egoístas. Indiscutivelmente há pessoas que julgam por inveja; que criticam por ciúmes e que condenam por maldade e neste caso, julgar não será apenas uma questão de imaturidade, inconveniência, precipitação ou desconhecimento de fatos – será a confirmação de uma personalidade não transformada pelo Evangelho de Cristo.
O que temos visto é a exibição de uma religiosidade sem o amor de Cristo e essa desenvolveu uma equívoca santificação de combate (um fundamentalismo que se posiciona contra pecador e não contra o pecado). Percebemos um arrogante entendimento espiritual que despreza o desígnio da humildade e entendimento cristãos e que forja uma verdade excludente e temerária quando exemplifica uma posição invasiva e implacável de juizado sobre causas e questões alheias.
Por tantos disparates em nome de Deus, faz-se necessária uma meditação equilibrada sobre o que nos propõe as Escrituras a respeito do tema “julgar”. Por tal razão, convido-o a uma reflexão sobre a forma de nos comportarmos neste particular com base em textos bíblicos.
É pertinente ao artigo fazer distinções entre aquilo que os cristãos não devem tentar avaliar, e aquelas áreas nas quais a avaliação é importante.
O QUE NÃO DEVEMOS JULGAR
1. Não temos direito de condenar os outros, antes, devemos perdoar (Mt 7.1,2; Lc 6.37-38).
2. Não devemos julgar a fidelidade do outro crente, em se tratando de seu chamado no Senhor (1 Co 4.3-5).
3. Não devemos nos relacionar com os não-cristãos como se fôssemos seus juízes. Sua moralidade ou imoralidade não é a questão. A única questão é que eles precisam conhecer a Cristo (1 Co 5.12).
4. Não devemos usar condenação ou crítica na tentativa de forçar os outros a se conformarem à nossa consciência (Cl 2.16).
5. Não devemos falar contra, ou “caluniar”, nossos irmãos. Quando o fazemos, exaltamos a nós mesmos como juízes em vez de cumpridores da Lei. Somente Deus, que deu a Lei, pode condenar (Tg 4.11,12).
Em cada uma destas passagens acima, “julgar” tem uma força quase legal. A pessoa que julga põe em dúvida os motivos ou escolhas dos outros, e então os condena. Contudo, cada elemento deste processo é excluído, antes de tudo pelo fato de que meros seres humanos não são competentes para avaliar os motivos dos outros ou as práticas “duvidosas”. Mesmo quando uma ação é claramente errada, nosso papel não é condenar, mas perdoar e procurar restaurar. Atitudes de julgamento e tentativas de punir ou simplesmente condenar, não são apropriadas a comunidade cristã.
O QUE DEVEMOS JULGAR
1. Os seres humanos devem julgar a violação da lei criminal e civil. Deus estabeleceu o governo humano para coibir os que praticam o mal (Rm 13.1-7).
2. Devemos fazer “julgamentos sobre todas as coisas”. Aqui “julgar”, significa exercer discernimento, examinar. Por termos a Palavra e o Espírito Santo podemos enxergar as questões da vida sob a perspectiva de Deus (1 Co 5.12,13).
3. A igreja deve julgar o irmão ou irmã que persistem na prática da imoralidade ou de outro pecado (1 Co 5.12, 13).
4. Os crentes devem servir em grupos de julgamentos estabelecidos para resolver disputas entre cristãos (1 Co 6.2-5).
5. “Julgai vós mesmos” em questões claramente estabelecidas pelas Escrituras, e também com a finalidade de desenvolver convicções baseadas em princípios estabelecidos na Palavra de Deus (1 Co 10.15; 11.13).
A consciência do ensino do NT sobre o julgamento fornece uma base significativa ao abordarmos a questão da disciplina na igreja, e da necessidade que esta disciplina impõe sobre nós quanto a julgar as ações de um irmão ou irmã no Senhor.
O proposto realça a necessidade de equilíbrio bíblico para elaborarmos nossas avaliações. Julgar não é pecado desde que esteja em conformidade com a Palavra e nas permissões do amadurecido senso cristão. Infelizmente muitos são os que julgam o tempo e as estações por meio de escatologias próprias; há os que julgam de forma generalizada a igreja por conta de suas experiências ruins e isso não retrata a verdade maior.  Ainda há os que julgam a espiritualidade e a integridade cristã dos outros na maioria das vezes sem razão e necessidade. Julgamentos infundados na igreja e no mundo cristão é o que não falta para tristeza nossa entre os crentes.
Que o Espírito de Cristo esclareça nosso entendimento, traga equilíbrio aos nossos ânimos afim de que com amor e sabedoria possamos nos conduzir coerentemente com o Evangelho de retidão que pregamos.

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...