NOSSA MISSÃO: “Anunciar o Evangelho do Senhor Jesus à todos, transformando-os em soldados de Cristo, através de Sua Palavra.”

Versículo do Dia

Versículo do Dia Por Gospel+ - Biblia Online

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Ódio, zombaria e perseguição!

Através de uma das redes sociais, recebi um vídeo que narra uma estorinha interessante: - um vagalume sendo sempre perseguido por uma serpente; em uma dessas situações, ele para e diz para a cobra: "Senhora serpente posso lhe fazer três perguntas? Depois pode me devorar à vontade!"; diante da anuência da perseguidora, perguntou ele:

1 – Por acaso, senhora cobra, eu faço parte da sua cadeia alimentar?" e ela respondeu "não";

2 – "então, senhora serpente, diga-me, já lhe fiz alguma maldade?" e ouviu o segundo "não";

3 – perguntou ele, finalmente, "por que, então, a senhora me persegue?" e ouviu dela: "porque você brilha!"

Isso me remete a uma afirmação do Senhor Jesus a nosso [seus seguidores] respeito: "VÓS SOIS A LUZ DO MUNDO" (Mt. 5 14); todavia ele não nos deu um atestado de imunidade contra problemas e deixou isso claro:

"No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo" (Jo. 16 33).

Quanta aflição passou aquele vagalume! Mas, ele, embora não humano e nem cristão, teve bom ânimo ao enfrentar a sua perseguidora.

Voltando à "estorinha do vagalume" complementou o narrador: "Se estão lhe perseguindo, se estão falando de você, se estão lhe criticando é porque você está no caminho certo, é porque você está brilhando, é porque você é uma pessoa de Deus; então não ligue porque o bem sempre vence o mal; nunca se esqueça disso: o bem sempre vence o mal."

O Senhor Jesus disse isso aos seus discípulos: "Sereis odiados de todos por causa do meu nome; aquele, porém, que perseverar até ao fim, esse será salvo" (Mt. 10 22). Ele, também, nos falou, no Sermão do Monte, uma palavra abençoadora:

"Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus. Bem-aventurados sois quando, por minha causa, vos injuriarem, e vos perseguirem, e, mentindo, disserem todo mal contra vós. Regozijai-vos e exultai, porque é grande o vosso galardão nos céus; pois assim perseguiram aos profetas que viveram antes de vós" (Mt. 5 10-12).

Em seguida o Senhor Jesus disse: "Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem" (v. 44) – sempre que cito este versículo, eu comento que "pela graça de Deus eu não tenho inimigos e nem perseguidores."

Mas, nem por isso eu devo deixar de amar ao próximo, pois o Mestre Jesus ensinou: "Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento.

O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas" (Mt. 22 37-40).

Ainda a respeito do amor ao próximo diz-nos a Palavra de Deus: "Se alguém disser: Amo a Deus, e odiar a seu irmão, é mentiroso; pois aquele que não ama a seu irmão [ao próximo] a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê. Ora, temos, da parte dele, este mandamento: que aquele que ama a Deus ame também a seu irmão" (1 Jo 4 20-21).

É considerado, por nós cristãos, o "versículo chave" da Palavra de Deus o seguinte dizer do Senhor Jesus: "Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (Jo. 3 16).

Eu encontro, na primeira carta de João, a palavra gêmea deste texto: "Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar nossa vida pelos irmãos" (1 Jo. 3 16).

Assim, devemos prosseguir em nossa jornada de fé, no cumprimento da missão do "IDE fazer discípulos, ensinando-os a guardar todas as coisas que o Senhor Jesus ordenou" (Mt. 28 19-20); "pregando o evangelho a toda criatura" (Mc 16 15), e sendo "testemunhas de Cristo até aos confins do mundo" (At. 1 8).

Temos que fazer assim, sem a preocupação com o julgamento que o mundo faz dos nossos atos, ou com a sua indiferença; sem querer, também, pagar a crítica, a zombaria, o ódio e a perseguição com a mesma moeda.

O apóstolo Pedro e os demais Apóstolos, em seu julgamento, perante o Sinédrio, porque ensinavam sobre o Senhor Jesus, e foram proibidos, afirmaram: "Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens" (At. 5 29).

Temos que agir, visando a salvação do próximo, conforme o Apóstolo Paulo recomendou a seu discípulo Timóteo:

"Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de julgar vivos e mortos, pela sua manifestação e pelo seu reino: prega a palavra, insta, QUER SEJA OPORTUNO, QUER NÃO, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina" (2 Tm. 4 1-2).

– [outra versão, a "Tradução Revista e Corrigida", diz "A TEMPO E FORA DE TEMPO."]

Pense nisto!

São Paulo - SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTÁRIOS

Você poderá gostar também de:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...